Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Toyota compra divisão de carros autônomos da Lyft, concorrente da Uber

Venda sinaliza que os aplicativos de transporte deixarão para a indústria automotiva o desafio da automação de veículos

Por Sergio Figueiredo Atualizado em 28 abr 2021, 16h10 - Publicado em 28 abr 2021, 15h51

Lyft, a concorrente da Uber nos Estados Unidos, está vendendo sua divisão de automação de veículos para a Toyota, seguindo o caminho do próprio Uber, que transferiu sua planta desenvolvedora de autônomos para a start-up Aurora em dezembro do ano passado. Conforme anunciou a agência de notícias Bloomberg, a transação com a montadora japonesa seria de 550 milhões de dólares.

Este é mais um sinal inequívoco de que os aplicativos de transporte estão deixando para as montadoras o desenvolvimento da automação nível 5, na qual o motorista é totalmente dispensado da direção, devido aos custos, riscos jurídicos e acentuada demanda de investimento.

A completa automação de veículos talvez seja o maior desafio da indústria automotiva e dificilmente se concretizará nesta década, por causa da infraestrutura viária inadequada na maioria dos países e, principalmente, por questões inerentes à responsabilidade civil em casos de acidentes. As montadoras, entretanto, devem em breve estar oferecendo veículos semiautônomos nível 3, conforme reportagem de VEJA de 10 de março de 2021.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade