Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Tiago Leifert será a voz do ‘FIFA 13’

Apresentador da Globo será o narrador do game, que chega às lojas em outubro, totalmente em português. Caio Ribeiro faz os comentários

Por Renata Honorato - 19 jun 2012, 22h51

A Electronic Arts ousou ao escalar a transmissão esportiva do FIFA 13: o apresentador de televisão Tiago Leifert vai narrar as partidas na vigésima versão do mais tradicional game de futebol. Ele vai ocupar o lugar que já foi dos narradores Nivaldo Pietro, de 2007 a 2010, e Milton Leite, entre 1999 e 2006. Ao seu lado, estará seu companheiro de TV Globo, o comentarista Caio Ribeiro. O jogo está previsto para chegar às lojas em outubro.

“Nunca imaginei ter a voz em um videogame que gosto tanto”, diz o apresentador. “Passamos três meses gravando e estou ansioso. Agora meus amigos terão de me aguentar também no FIFA“, afirmou. “Como estarei narrando o meu próprio no gol, o pessoal vai reclamar e me xingar. Será sensacional.”

O apresentador é um conhecido fã da franquia Fifa – ele fez de tudo para que o Globo Esporte, programa comandado por ele, mostrasse ao vivo a final brasileira do torneio Fifa Interactive World Cup, a copa do mundo dos games de futebol.

A dupla global empresta à narração o bom humor e o entrosamento da televisão. “O Caio até falou da beleza do Cristiano Ronaldo” brincou. Caio, que jogou futebol de 1993 a 2005, adorou a experiência. Ele diz que, ao receber o convite para o projeto, logo imaginou como seria ver seu filho, ainda bebê, jogando um game com a sua voz. “Vamos falar para diversas gerações”, disse.

Publicidade

Multiplataforma – A nova edição da franquia será lançada para Xbox 360, console da Microsoft; PlayStation 3, videogame da Sony; e para PCs. O argentino Lionel Messi, atacante do Barcelona, é o garoto propaganda. O craque aparece na capa e em todas as campanhas de publicidade envolvendo o título. A produtora já fechou acordo com dez clubes brasileiros e segue negociando os direitos de uso da marca de outros oito – os nomes foram cuidadosamente omitidos pela Electronic Arts. Ao todo, até o momento, estão licenciados 500 clubes e 1.500 jogadores de todo o mundo. O jogo foi totalmente adaptado para o português e mostra a importância da franquia em território nacional. Segundo levantamento da GFK, empresa de métricas e pesquisas, o FIFA 2012 foi o jogo de futebol mais vendido no Brasil, em 2011, deixando para trás o forte concorrente Pro Evolution Soccer 12, da Konami. FIFA 13 chega ao mercado com importantes mudanças. A inteligência artificial do game, que permite a interação entre os avatares comandados pelo computador e o atleta comandado pelo jogador, foi implementada, o que deu ainda mais realismo às partidas. Os dribles também estão mais completos e exigem habilidade extra de quem está do outro lado do joystick. A mecânica de impacto foi melhorada. Isso vai fazer com que o jogador fique mais atento às faltas e a outras infrações em campo. Outros recursos básicos foram refinados. Os árbitros tomarão decisões mais relevantes em relação aos cartões. Além disso, a inteligência dos goleiros foi melhorada e novas animações foram desenvolvidas para as comemorações e finalizações. Assista ao trailer do jogo a seguir:

Publicidade