Clique e assine com até 92% de desconto

Técnica simula em paredes propriedades das telas sensíveis ao toque

Serviço utiliza sensor de movimentos Kinect, da Microsoft

Por Da Redação 15 ago 2013, 19h10

A gigante do software Microsoft e a startup americana Ubi lançaram nesta quinta-feira um serviço capaz simular em superfícies lisas, como paredes ou portas, as propriedades das telas sensíveis ao toque. O Screengrab utiliza a tecnologia do sensor de movimento Kinect, adaptada para operar com o sistema operacional Windows e um projetor.

O funcionamento é relativamente simples. O Kinect, em parceria com um software desenvolvido pela Ubi, faz uma varredura da imagem projetada na parede identificando os pontos exatos em que o usuário interage: colocando sua mão sobre um botão virtual, por exemplo.

Leia também:

Microsoft planeja lançar o Windows 8.1 em outubro

CEO da Microsoft: decepção nas ‘apostas’ da companhia

Google, Facebook e Microsoft negam parceria com órgão de espionagem

“Ao tornar qualquer superfície em uma tela sensível ao toque, nós reduzimos os custos e aumentos da possibilidade de criar interatividade em lugares inusitados, como muros em espaços públicos”, afirmou Anup Chathoth, CEO da Ubi, em um post de blog.

De acordo com a Microsoft, os interessados em utilizar a tecnologia deverão adquirir a versão do sensor Kinect para Windows por 250 dólares, além do software de controle da Ubi, que varia entre 150 dólares e 1.500 dólares – dependendo da necessidade do cliente.

Continua após a publicidade
Publicidade