Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Táxi sem motorista do Google inicia teste aberto ao público

A Waymo, empresa do gigante do Vale do Silício, que desenvolve carros autônomos, é uma das primeiras a transportar passageiros sem humanos ao volante

A Waymo, divisão de carros autônomos do Google, iniciou, nesta quarta-feira 5, um serviço de táxi robótico na cidade de Phoenix, no Arizona. Por enquanto, o teste, chamado de “Waymo One”, opera com a ressalva de ter um funcionário treinado para emergências dentro do veículo. Mas se espera que até o final do experimento alguns dos carros atuem livres do auxílio humano.

Considerada detentora do maior e mais avançado programa de veículos autônomos da indústria, a Waymo, que se aproxima de seu aniversário de dez anos, busca agora familiarizar o público com a tecnologia de inteligência artificial. Principalmente após a impressão negativa gerada pelo acidente fatal da Uber, no qual um de seus veículos de teste, o Volvo XC90 autônomo, matou uma pedestre que atravessava a rua com uma bicicleta, no início deste ano, em Tempe, no Arizona.

Segundo informações do site The Verge, que testou o funcionamento do serviço, uma viagem de 5 quilômetros de distância levou aproximadamente oito minutos e custou 7 dólares. Valor similar ao estipulado pelos aplicativos do Uber e Lyft.

A estratégia seguirá por testar os serviços de carros autônomos em diferentes áreas metropolitanas nos Estados Unidos e aí expandir gradualmente. O processo lento, além de melhorar as capacidades do software inteligente, busca tornar Waymo um nome conhecido para transporte particular, assim como o de seus concorrentes.