Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Steve Jobs provoca Google e RIM durante conferência

O presidente executivo da Apple, Steve Jobs, fez uma visita inesperada à conferência da companhia que detalhou os lucros no quarto trimestre fiscal, na segunda-feira, na Califórnia (EUA). Durante sua breve apresentação, o chefão da Apple alfinetou empresas rivais, como a RIM, responsável pela linha de smartphones Blackberry, e o Google, desenvolvedor do sistema operacional móvel Android.

“Primeiro, quero discutir o iPhone. Vendemos mais de 14 milhões de unidades no trimestre. Com esse resultado, batemos a RIM, que alcançou a marca de 12 milhões de aparelhos no mesmo período. Agora que os superamos, acho difícil que eles consigam nos alcançar no futuro. Será um desafio criar uma plataforma competitiva e convencer os desenvolvedores a produzirem aplicativos para eles depois do lançamento do iOS e do Android”, afirmou.

Em seguida, foi a vez de Jobs provocar o Google. “Na semana passada, Eric Schmidt (o CEO da empresa rival) voltou a dizer que estão ativando mais de 200.000 aparelhos com Android por dia e que sua loja virtual tem mais de 90.000 aplicativos. Nós ativamos 275.000 dispositivos por dia, com picos de 300.000. Além disso, temos mais de 300.000 aplicativos na App Store”, lembrou Jobs.

Ele fez questão de lembrar que todos os aparelhos com o sistema iOS têm sempre a mesma interface, enquanto os smartphones com Android sofrem alterações de acordo com os projetos dos fabricantes, “confundindo os usuários”. A Apple anunciou uma receita em torno de 19 bilhões de dólares no trimestre, com lucro líquido de 4,3 bilhões de dólares. Entre os aparelhos responsáveis pelos bons resultados estão os Macs, o iPhone e o iPad.