Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sony vai cobrir danos por roubo de dados até US$ 1 milhão

Empresa anuncia seguro para clientes nos Estados Unidos em caso de prejuízos decorrentes dos ataques às redes PlayStation, Qriocity e SOE

A Sony ofereceu um seguro de até US$ 1 milhão a cada cliente nos Estados Unidos para cobrir perdas decorrentes do roubo de informações de suas redes de jogos, em meados de abril. O anúncio foi postado nesta quinta-feira no blog da companhia por seu presidente, Howard Stringer. Em sua primeira declaração desde o início da crise, o executivo aproveitou para pedir desculpas aos usuários.

Stringer assegurou que a companhia habilitará o seguro tanto para os prejuízos econômicos como para as despesas legais dos clientes, caso sejam vítimas de ações decorrentes do roubo de dados. Até o momento, porém, afirmou que “não há evidências de que tenham sido utilizados indevidamente dados de cartões de crédito e informações pessoais”.

A companhia acredita que os criminosos não conseguiram alcançar as senhas de cartões de crédito, mas não descarta o roubo de outros dados bancários, como os números de cartões, datas de vencimento e registros de débito.

As redes de download e jogos online PlayStation Network (PSN), Qriocity e Sony Online Entertaiment (SOE) foram invadidas entre os dias 16 e 19 de abril. Embora o programa anunciado nesta quinta seja voltado à cartela americana de clientes, estiveram expostas aos ataques informações pessoais de 100 milhões de usuários da Sony em todo o mundo. A empresa diz que fará em breve comunicados voltados às redes de outras regiões.

Stringer admitiu que a companhia demorou a notificar o ataque virtual aos usuários. A falha de segurança da Sony só foi informada dez dias depois, em 26 de abril. As três plataformas on-line foram desativadas, mas a Sony espera retomar em breve os serviços PSN e Qriocity.

(com EFE)