Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Snapchat promete lançar versão mais segura após vazamento de dados

Aplicativo permitirá que usuário bloqueie recurso que localiza amigos com base em números armazenados na agenda do celular

O Snapchat, aplicativo que permite trocar fotos que desaparecem após dez segundos, se comprometeu a lançar uma atualização para tornar o serviço mais seguro, três dias após um vazamento comprometer dados de 4,6 milhões de usuários. Em uma mensagem publicada no blog oficial, a empresa disse que a nova versão do aplicativo terá novos limites e “outras restrições para impedir futuras tentativas de abuso do serviço”.

Leia também:

Snapchat recusa proposta de 3 bilhões de dólares do Facebook

Falha no Snapchat causa vazamento de dados de 4,6 milhão de usuários

A partir do lançamento da nova versão, que ainda não tem data para chegar, o usuário poderá bloquear a busca pelo seu número de telefone no Snapchat por meio do localizador de amigos. Uma falha neste recurso permitiu que os hackers acessarem nomes de usuário, número de celular e sua respectiva localização. “O localizador de amigos é um serviço opcional que permite que as pessoas encontrem seu nome de usuário se tiverem o seu celular cadastrado na agenda telefônica”, explica a equipe do serviço.

Por padrão, o localizador de amigos virá habilitado na nova versão do Snapchat. Portanto, caberá ao usuário acessar as configurações de privacidade para bloquear a busca, caso não deseje que seu nome de usuário seja encontrado por outras pessoas a partir do número do seu celular.

Os dados dos 4,6 milhões de usuários do Snapchat roubados foram divulgados na última terça-feira por meio do site SnapchatDB. Os hackers utilizaram um método divulgado na semana passada por pesquisadores da Gibson Security. As informações sobre como obter os dados foram publicadas na internet depois que a Gibson Security tentou alertar o Snapchat por diversas vezes, sem obter retorno.

Em comunicado enviado à imprensa, os hackers do SnapchatDB afirmaram que os dados foram divulgados para pressionar o Snapchat a melhorar a segurança do serviço. “Nosso objetivo foi deixar as pessoas cientes do problema e pressionar o Snapchat a resolver a falha. É compreensível que startups de tecnologia tenham recursos limitados, mas segurança importa tanto quanto a experiência do usuário.” O conteúdo foi retirado do ar logo após o ataque.

Sem um pedido de desculpas formal aos usuários, o Snapchat se limitou a criar um e-mail para receber denúncias de falhas de segurança. “A comunidade do Snapchat é um lugar onde os amigos se sentem confortáveis em se expressar e a equipe do serviço está dedicada em prevenir abusos”, informou a startup.