Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sistema Android de expõe dados privados, acusa empresa de segurança

Cerca de 20% dos quase 50.000 aplicativos para Android, do Google, permitem que sistemas de terceiros acessem informações privadas dos usuários, de acordo com um relatório divulgado nesta terça-feira pela empresa de segurança SMobile Systems.

Ela alega que 5% dos aplicativos possuem a habilidade de fazer ligações sem pedir a autenticação do usuário e 2% podem enviar SMS para usuários premium, que resultam em contas mais altas.

A companhia não afirma que os aplicativos são maliciosos mas alerta para a possibilidade de que abusos sejam cometidos. De acordo com o Google, o sistema Android limita as permissões dos aplicativos para reduzir o dano de aplicativos mal-intencionados.

“Só porque os aplicativos vêm de um lugar conhecido como o Android Market ou da App Store não significa que o aplicativo não seja malicioso ou que exista um filtro apropriado para barrar os programas mal-intencionados,” alerta o chefe de tecnologia da SMobile Systems, Dan Hoffman.

Um porta-voz do Google desmente as críticas e acusa o relatório de sugerir erroneamente que usuários do sistema Android não têm controle sobre quais aplicativos podem acessar seus dados.

“Não só cada aplicativo precisa da autorização do usuário para ter acesso a informações privadas, como cada desenvolvedor deve passar por verificações que confirmem sua verdadeira identidade. Nós vamos desabilitar qualquer aplicativo que seja malicioso,” diz.