Clique e assine com 88% de desconto

Samsung lança no Brasil sua mais recente geração de tablets

Galaxy Tab S vai chegar às lojas do Brasil em setembro em dois tamanhos e com preço a partir de 1.799 reais

Por Claudia Tozetto - 19 ago 2014, 16h18

A Samsung anunciou nesta terça-feira a chegada de sua nova linha de tablets, chamada Galaxy Tab S, ao Brasil. A fabricante sul-coreana vai oferecer os dois modelos do produto, com telas de 8,4 e 10,5 polegadas, a partir de 30 de setembro. Ambos são mais finos e leves que seus principais concorrentes fabricados pela Apple e chegam ao Brasil com preço de 1.799 e 2.049 reais, respectivamente.

Leia também:

Samsung lança no Brasil Galaxy S5 com dois chips

Com lucro em queda, Samsung prepara novos smartphones

Publicidade

O Galaxy Tab S 8,4 e o Galaxy Tab S 10,5 têm apenas 6,6 milímetros de espessura. O modelo menor pesa apenas 298 gramas, 33 gramas a menos que o iPad Mini com tela Retina. A opção maior também é mais leve que o rival da Apple, mas a diferença é mínima, de apenas onze gramas. O produto da Samsung pesa 467 gramas contra 478 gramas do iPad Air. O design dos tablets é similar ao do Galaxy S5, com traseira em plástico nas cores branco e bronze.

Entre os destaques dos novos tablets da Samsung está a tela Super Amoled, amplamente adotada nos smartphones mais avançados da marca, como o Galaxy S5. É a primeira vez que a fabricante inclui a tecnologia em sua linha de tablets. “O preço da tecnologia está caindo e, por isso, ela foi incluída nessa nova linha de produtos”, diz Roberto Soboll, diretor da área de dispositivos móveis e serviços da Samsung. A tela apresenta resolução de 2.560 x 1.600 linhas, superior à oferecida pela tela Retina, patenteada pela Apple.

O desempenho dos tablets é garantido pelo processador Snapdragon 800 de 1,9 GHz com quatro núcleos e a memória RAM de 3 GB. Os dois modelos rodam Android na versão 4.4 ou KitKat, a mais recente liberada pelo Google. A Samsung só vai lançar no Brasil as versões dos tablets com conexão Wi-Fi e 4G e 16 GB de memória, embora no exterior a empresa produza os aparelhos com 32 GB de memória e conexão exclusiva por meio de redes Wi-Fi. “O consumidor pode expandir a memória com um cartão microSD de até 128 GB”, diz Soboll.

A chegada da linha Galaxy Tab S acontece apenas dois meses após o lançamento global, realizado em Nova York, nos Estados Unidos. A empresa tenta aumentar sua popularidade no segmento premium de tablets em todo o mundo, onde enfrenta a concorrência direta da Apple, que lidera o mercado com 32,6% de participação. Em outubro, a empresa de Cupertino deve anunciar a nova geração do iPad Mini e do iPad Air, o que vai acirrar a disputa entre as marcas.

Publicidade

No Brasil, a Samsung é considerada a segunda maior fabricante de tablets, atrás apenas da DL, empresa que atua no mercado de tablets com preço abaixo de 500 reais. Com o lançamento dos produtos, a empresa tenta demarcar sua presença no segmento de tablets avançados, onde a Apple tem participação pouco expressiva no país. De acordo com a consultoria IDC, a venda de tablets deve alcançar 11 milhões de unidades no Brasil até o final de 2014, um crescimento de 32% em relação a 2013.

Publicidade