Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rússia mantém lentidão punitiva para Twitter até meados de maio

Agência do governo informou que rede social atendeu a pedidos de acelerar remoção de conteúdo proibido e que, portanto, não haverá necessidade de bloqueio

Por Da Redação 5 abr 2021, 19h06

O Serviço Federal Russo para Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia de Massa (Roskomnadzor) informou nesta segunda, 5, que decidiu estender as medidas para desacelerar velocidade de acesso ao Twitter até 15 de maio. As informações foram divulgadas pela agência estatal russa Tass.

“Levando em consideração a decisão tomada pelo Twitter pela primeira vez de mudar os princípios e a velocidade de seu próprio serviço de moderação na Rússia e remover uma parte significativa de conteúdo proibido, o Roskomnadzor decidiu não avançar para a próxima medida: bloquear completamente atividades da rede social no território, estendendo uma medida para limitar o tráfego do Twitter até 15 de maio”, diz o comunicado.

A agência também observou que, em 1º de abril, a vice-presidente do Twitter para políticas públicas e comunicações para a região da Europa, Oriente Médio e África, Sinead McSweeney, informou sobre os esforços da empresa para melhorar a moderação de conteúdo proibido. O Roskomnadzor observou que o cumprimento da legislação russa removeria medidas para desacelerar o tráfego e evitar o bloqueio da rede social na Rússia.

Em geral, Moscou assume um papel indireto no policiamento da internet, ao contrário do que acontece na vizinha China. Com a prisão do crítico do Kremlin, Alexei Navalny, os atritos entre as redes sociais e o governo aumentaram, e isso levou à adoção de uma linha mais dura.

Continua após a publicidade
Publicidade