Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

‘Resident Evil 6’ chega ao Brasil em português

Jogo está disponível nas versões para consoles PlayStation 3 e Xbox 360

Por Renata Honorato 4 out 2012, 16h22

O jogo Resident Evil 6, desenvolvido pela Capcom, chega às lojas brasileiras nesta quinta-feira. O game pode ser encontrado nas versões para PlayStation 3, console da Sony, e para Xbox 360, videogame da Microsoft. O preço sugerido do jogo, que estreia no país com legendas e menu em português, é de 199,90 reais.

Na sexta edição da franquia, cuja primeira versão foi lançada em 1996, personagens da série, como Leon S. Kennedy, Chris Redfield e Ada Wong, se encontram para enfrentar uma nova ameaça: o Vírus-C. O jogo acontece em diferentes partes do mundo, como Estados Unidos, Leste Europeu e China.

Na década de 1990, a franquia Resident Evil popularizou um gênero conhecido como “horror de sobrevivência”, que reúne aspectos de um jogo de ação a mistérios de um game de terror. Desde então, se tornou referência para todo o mercado, ao lado de outras séries como Silent Hill e Alone in the Dark.

Segundo dados da Capcom, todas as versões de Resident Evil já venderam, em todo o mundo, 50 milhões de unidades. O sucesso da franquia fez com que a saga fosse adaptada para o cinema. O filme Resident Evil – O Hóspede Maldito, dirigido por Paul W.S Anderson (Alien vs. Predador), estreou no Brasil em maio de 2002 e contou com a participação de Milla Jovovich no papel da protagonista Alice. Sua atuação chegou a lhe render uma nomeação na categoria de melhor atriz do prêmio Saturn Award, da Academia de Ficção Científica, Fantasia e Horror dos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

À medida que novas versões da série eram lançadas para videogame, filmes eram produzidos para o cinema. Em 2004, Resident Evil 2 – Apocalipse estreou no Brasil e, em 2007, Resident Evil 3 – A Extinção chegou às telas brasileiras. Três anos depois, foi a vez de Resident Evil 4 – Recomeço. Para acompanhar o lançamento da sexta edição do jogo, Paul W.S. Anderson apostou mais uma vez na franquia. O filme Resident Evil 5 – Retribuição, que estreou no Brasil em setembro, chegou a liderar as bilheterias no país por dois fins de semana seguidos.

Nos últimos 16 anos, a série de terror conquistou uma legião de fãs. É o caso da paulista Monique Alves, de 27 anos. Estudante de letras da Universidade de São Paulo (USP) e sócia de sua mãe em uma grife de espartilhos, a jovem também nutre uma grande paixão pela franquia, com a qual teve contato pela primeira vez quando tinha apenas 11 anos de idade. “Comecei a jogar por causa do meu irmão mais velho e em 2000 acabei montando um site dedicado ao Resident Evil“, diz Monique a VEJA.com. O projeto não deu certo e, em 2011, ela decidiu tentar novamente. “Dessa vez, montei um site em sociedade com o meu noivo, que conheci por causa do game”, explica.

O fórum, batizado Resident Evil Database, integra uma rede social e um programa em vídeo quinzenal. Os fãs encontram no espaço diferentes conteúdos envolvendo a série, como galerias de fotos e entrevistas com dubladores ou atores dos filmes baseados na franquia.

O jogo Resident Evil 6, que já está sendo testado com exaustão pelo casal, chega ao público brasileiro nesta quinta-feira. Confira a seguir a história da série em imagens:

Continua após a publicidade

Publicidade