Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Resgate dos mineiros chilenos vira tema de vírus na web

O episódio dos 33 mineiros que ficaram soterrados no Chile comoveu o mundo e, ao mesmo tempo, se transformou em uma oportunidade para os criminosos digitais. De acordo com a empresa de segurança Eset, uma nova corrente de vírus circula na rede, prometendo apresentar um vídeo que mostraria o fracasso da operação de resgate – pura mentira, é claro. Na verdade, a mensagem traz um link para um cavalo de troia, arquivo responsável por monitorar e roubar dados bancários do usuário, como senhas e números de cartão de crédito.

“As mensagens de conteúdo camuflado abusam da possível falta de informação dos usuários, induzindo-os a baixar um arquivo malicioso disfarçado de vídeo”, afirma a companhia. A ameaça pode ser detectada por um antivírus atualizado.

“Este ataque virtual está em plena propagação. É interessante observar como a América Latina é uma região propícia à disseminação de tais ameaças, devido à proximidade física dos países e da língua comum”, diz Sebástian Bortnik, um dos coordenadores da Eset para o subcontinente.

Leia mais:

Teste: você está protegido contra ameaças virtuais?