Clique e assine a partir de 9,90/mês

Político indiano usa deepfakes para conquistar novos eleitores

Trata-se da primeira vez em que a tecnologia é aplicada para fins eleitoreiros

Por Da Redação - Atualizado em 19 fev 2020, 22h09 - Publicado em 19 fev 2020, 18h50

Um vídeo de deepfake com o rosto do político indiano, Manoj Tiwari, viralizou no WhatsApp do ​​país no início deste mês, dias antes das eleições legislativas na cidade Délhi. Na gravação original, Tiwari fala em inglês, criticando seu adversário político Arvind Kejriwal e incentivando os eleitores a votarem em seu partido. O segundo vídeo, com a manipulação feita por inteligência artificial, a boca do político se move enquanto ele apresenta o mesmo texto, mas no idioma Haryanvi, o dialeto hindi falado pelos principais eleitores do seu partido.

A intenção é permitir que o político atinja eleitores usando os mais de vinte idiomas falados na Índia. Na produção na qual se testou o recurso, Tiwari atingiu mais de 15 milhões de pessoas em 5800 grupos do WhatsApp.

Mas, não se trata da primeira vez que deepfakes surgem em meio a uma campanha eleitoral. Em dezembro do ano passado, pesquisadores fizeram um vídeo falso de um debate entre dois candidatos das eleições gerais do Reino Unido. No entanto, não era para influenciar a votação, e sim, para aumentar a conscientização sobre os riscos das deepfakes. No caso indiano, é a primeira vez que deepfakes foram usados ​​com fins eleitoreiros.

Publicidade