Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Microsoft desenvolverá relógio inteligente

Companhia seguirá os mesmos passos de suas concorrentes Google, Samsung e Apple. Sistema integrará funcionalidades de um computador e de um smartphone em um acessório de pulso

Como suas rivais, Apple, Google e Samsung, a Microsoft desenvolverá um relógio inteligente. Os gadgets, também conhecidos como smart watches, reúnem em um mesmo dispositivo as funções de um computador e de um smartphone – além de permitir consultar a hora, é claro.

Leia também:

Samsung confirma desenvolvimento de relógio inteligente

Cinco propostas de design para o iWatch, o futuro relógio da Apple

Segundo reportagem do periódico econômico Wall Street Journal, a companhia de Redmont, Wash., é quem está fornecendo as peças utilizadas no relógio inteligente. Ainda de acordo com jornal, a Microsoft encomendou telas de 1,5 polegadas, que possivelmente serão utilizadas no novo produto.

Desde dezembro, muitas companhias começaram a trabalhar no desenvolvimento dos relógios inteligentes, que devem dar início a uma nova fase no setor: a de tecnologias para vestir.

Por ora, Google, Samsung e LG vêm trabalhando na próxima geração desses relógios. O projeto que mais tem causado frisson no mercado, contudo, é o smart watche da Apple, que deve ser batizado de iWatch. Segundo especulações, mais de 100 funcionários da empresa foram alocados para o projeto ultrassecreto da companhia de Cupertino.

Essa não é a primeira vez que a Microsoft se interessa pelas tecnologias para vestir. Em 2003, há dez anos, a companhia disponibilizou um relógio inteligente chamado “Smart Watch”. O sistema, desenvolvido pela empresa, funcionava a partir de uma assinatura, que permitia o acesso a notícias, placares esportivos, mensagens instantâneas e rádio FM. As vendas do produto foram interrompidas em 2008.

As tecnologias para vestir apontam uma nova tendência. Segundo a consultoria Gartner, o mercado de acessórios inteligentes movimentará 10 bilhões de dólares em 2016.