Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Microsoft dá celular a funcionário que aderir a plano de demissão na China

Companhia vai cortar 4.700 postos no país asiático

A Microsoft começou a oferecer smartphones para os funcionários que deixarem voluntariamente a empresa na China. De acordo com o site MarketWatch, vinculado ao jornal Wall Street Journal, a companhia americana está entregando o Lumia 630 para até 300 pessoas ao dia, desde que elas aceitem o pacote de demissão voluntária.

Leia também:

Com novo CEO, Microsoft tem que encarar mundo pós-PC

Microsoft anuncia maior corte de pessoal da sua história

A ação vem à tona uma semana após funcionários protestarem no país asiático contra as demissões de 18.000 pessoas, que deve acontecer até o ano que vem como parte do processo de reestruturação global da companhia. A maioria dos postos de trabalho atingida é da Nokia. Na China, devem ser demitidas 4.700 pessoas da fábrica e centro de pesquisa e desenvolvimento da Nokia em Pequim. Somente 300 empregos seriam mantidos.

O smartphone entregue pela Microsoft aos demitidos é um dos mais básicos da linha Lumia. O aparelho, focado em mercados emergentes, foi lançado no Brasil em junho e tem tela de 4,5 polegadas com resolução inferior à HD, processador de 1,2 GHz com quatro núcleos e sistema operacional Windows Phone. O produto é vendido no Brasil, em uma versão com TV digital e uso de até dois chips de operadora, por 699 reais.

Atualmente, Microsoft e Nokia têm, juntas, 127.000 funcionários em todo o mundo. “Vamos simplificar a forma como trabalhamos para nos tornarmos mais ágeis e nos mover rápido”, disse Satya Nadella, CEO da Microsoft, ao anunciar as demissões, em julho. Os cortes serão concluídos na metade de 2015.