Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mark Zuckerberg, o CEO do Facebook, quer criar grupo político nos Estados Unidos

Executivo quer arrecadar 50 milhões de dólares para manter as atividades e projetos da equipe

Por Da Redação 26 mar 2013, 19h57

Aos 28 anos de idade, Mark Zuckerberg, o cofundador e CEO do Facebook, procura algo além do engajamento nas redes sociais. De acordo com o jornal americano Wall Street Journal, o jovem bilionário pretende montar um grupo para discutir aspectos sociais e políticos dos Estados Unidos, como educação e as leis de imigração. As fontes da publicação apontam que o executivo pretende arrecadar 50 milhões de dólares em doações para manter as atividades da equipe, e que boa parte do dinheiro virá de CEOs de grandes empresas de internet e tecnologia. Entre os doadores, está Reid Hoffman, um dos fundadores do LinkedIn – a rede social para contatos profissionais.

Leia também

Facebook apresenta novo feed de notícias

Eles não curtem mais o Facebook

Quer falar com Mark Zuckerberg? 100 dólares

O novo projeto conta com o apoio de Joe Green, amigo e ex-colega de quarto de Zuckerberg durante sua passagem pela Universidade de Harvard. Aos 24 anos, ele é um dos responsáveis pela companhia Causes, responsável por uma plataforma de ativismo digital com mais de 100 milhões de usuários no mundo.

Ainda de acordo com o jornal, o grupo, que ainda não tem um nome definido, será apresentado nas próximas semanas. A primeira atividade da organização será voltada à reforma das leis de imigração dos EUA. O objetivo é deixar o processo mais claro para os imigrantes, o que possibilitaria a entrada de novos talentos no país. Em relação ao tema educação, Zuckerberg estaria mais interessado em projetos para o financiamento de pesquisas científicas.

Continua após a publicidade
Publicidade