Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Japoneses dizem ter computador mais rápido do mundo

Máquina executa oito quatrilhões de cálculos por segundo

Um computador fabricado pela companhia japonesa Fujitsu pode ser reconhecida como a máquina com melhor desempenho em todo o mundo, título que pertence atualmente a uma concorrente chinesa. A conquista devolveria ao Japão a liderança no segmento de supercomputadores, posição que o país não ocupa há sete anos.

O computador, instalado no Instituto Japonês de Pesquisas Físicas e Químicas, em Tóquio, é conhecido como Riken e custou aos cofres do país cerca de 1,2 bilhão de dólares. O sistema, que conta com 68.544 processadores, é capaz de realizar mais de oito quatrilhões de cálculos por segundo – o tripo da velocidade da atual campeã chinesa. A máquina ganhou o apelido de K Computer por causa de uma brincadeira com a palavra japonesa kei, que significa dez quatrilhões, número de cálculos por segundo que o computador deve alcançar em 2012.

Em uma época marcada pelo crescimento tecnológico da China, o eventual retorno do Japão ao topo do ranking de computadores superpoderosos será motivo de orgulho ao país. Para isso, é preciso que três instituições reconheçam o feito de Riken: a Universidade Mannheim, na Alemanha, e a Universidade do Tennessee e o Centro Nacional de Energia e Pesquisa Computacional, ambos nos Estados Unidos. Anualmente, os pesquisadores dessas instituições compilam em um ranking de 500 posições as máquinas mais poderosas do planeta.