Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Imagens falsas geradas por IA mostram presidente Trump sendo preso

Fotografias circulam pelas redes sem o devido contexto e foram veiculadas em perfis da imprensa da Europa

Por André Sollitto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 22 mar 2023, 10h17 - Publicado em 22 mar 2023, 09h45

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o ex-presidente americano, Donald Trump, sendo preso de forma truculenta por policiais de Nova York. Mas nenhuma delas é real. As fotografias forma feitas usando programas de inteligência artificial capazes de gerar novas imagens a partir de pesquisas feitas na internet.

O responsável pelas fotos falsas é Eliot Higgins, fundador e diretor criativo do coletivo investigativo Bellingcat. De acordo com a agência AP, Higgins usou a ferramenta Midjourney e pediu cenas de Donald Trump caindo ao ser preso.

Continua após a publicidade

A semelhança das imagens com o ex-presidente é impressionante. A ferramenta analisa todo o material gráfico disponível sobre o tema e cria algo novo a partir do que aprendeu. Como Trump é uma pessoa pública, a quantidade de fotografias publicadas na imprensa internacional é enorme, e o resultado é mais bem feito. Mesmo assim, é possível perceber que se trata de uma cena forjada por conta da disposição das pernas, do rosto sem definição e de outros detalhes.

“A imagem da prisão de Trump casualmente mostra quão boa e ruim Midjourney pode ser ao renderizar cenas reais. Na primeira imagem Trump tem três pernas e um cinto de polícia”, disse Higgins à AP. “Eu presumi que as pessoas perceberiam que Donald Trump tem duas pernas, não três, mas isso parece não ter impedido algumas pessoas de fazê-las passar por genuínas, o que destaca a falta de habilidades de pensamento crítico em nosso sistema educacional.”

As cenas falsas circularam também em perfis de veículos de imprensa da Europa nas redes sociais, e foram compartilhadas por milhares de usuários sem o devido contexto. No final de semana, Trump afirmou que seria preso por conta das investigações sobre o pagamento de US$ 130 mil dólares à atriz pornô Stormy Daniels. Durante a campanha presidencial de 2016, Trump queria que o relacionamento entre os dois não se tornasse público.

O uso de ferramentas como Midjourney para criar imagens falas de pessoas reais vem confundindo o público por conta do grau de detalhamento que as cenas apresentam. Na França, o artista visual Joann Sfar divulgou suas criações, que retratam o presidente Emmanuel Macron em meio aos protestos contra a reforma da previdência.

Continua após a publicidade

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Joann Sfar (@joannsfar)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.