Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Google Glass está a caminho, diz executivo da companhia

Primeiro lote dos óculos conectados à internet será entregue a um grupo de 8.000 usuários nos próximos dias

Eric Schmidt, ex-CEO e atual integrante do conselho do Google, afirmou nesta terça-feira, durante o evento D: Dive Into Mobile, que o primeiro lote do Google Glass – óculos conectados à internet que exploram recursos da realidade aumentada – será entregue a um grupo de usuários nos próximos dias. A declaração confirma o conteúdo de um e-mail que vazou recentemente na rede com informações sobre os primeiros protótipos dos óculos.

Leia também:

Sergey Brin passeia no metrô de NY com Google Glasses

Para pesquisador, Google Glass será extensão dos olhos

Google apresenta protótipo de óculos ‘inteligente’ em São Francisco

O primeiro grupo a receber os óculos conectados é composto de 8.000 pessoas. Parte da turma participou no ano passado do I/O, conferência anual promovida pelo Google para desenvolvedores. O restante é formado por usuários selecionados a partir de uma competição organizada pela empresa no Google+ e no Twitter. Na ocasião, os candidatos a “beta testers” tinham que responder o que fariam com o novo dispositivo caso vencessem o concurso.

O Google Glass está entre os produtos mais aguardados da companhia americana. A expectativa é que os óculos inteligentes cheguem oficialmente ao mercado no fim deste ano. No início deste mês, o Baidu, concorrente do Google na China, anunciou uma iniciativa similar chamada Baidu Eye. A empresa chinesa não divulgou quando pretende lançar o seu protótipo.

A onda de dispositivos com tecnologia para vestir está apenas começando e o Google Glass é o primeiro passo. Empresas como Apple, Samsung, LG e Microsoft estão trabalhando em projetos de relógios inteligentes, que reúnem em um mesmo aparelho as funções de um smartphone e de um computador.