Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gigante chinês do e-commerce dá início a processo de IPO

Analistas estimam que valor de mercado do Alibaba pode chegar a US$ 150 bi

O gigante chinês do comércio eletrônico Alibaba deu início nesta terça-feira ao processo que antecede a estreia da companhia na bolsa de valores de Nova York (NYSE). Nos documentos enviados à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de ações americano, a empresa não diz quanto pretende arrecadar, mas analistas estimam que o grupo deve captar cerca de 20 bilhões de dólares, o que fixaria em 150 bilhões de dólares o valor de mercado da companhia.

Leia mais:

IPO do gigante de e-commerce chinês Alibaba pode ser maior da história

Os documentos da empresa serão analisados por todos os grandes bancos de investimento de Wall Street, como Credit Suisse, Morgan Stanley, Goldman Sachs, J.P. Morgan e Deutsche Bank. Nas apresentações enviadas à Nova York, o Alibaba se autodenomina “a maior empresa de comércio eletrônico e mobile do mundo”. O que será que Jeff Bezos, CEO da Amazon, pensa disso? Sua companhia vale hoje 136 bilhões de dólares e está listada na Nasdaq, onde são negociados os papeis das companhias de tecnologia.

Para analistas, o diferencial do Alibaba está justamente em sua plataforma de e-commerce mobile, que representa 20% de todas as vendas realizadas pela companhia. Segundo a empresa, ela domina 76% de todo o e-commerce mobile da China. De acordo com o documento enviado à SEC, a receita no Alibaba em 2013 foi de 5,5 bilhões de dólares. Jack Ma, fundador da empresa, tem 9% da companhia. O Yahoo! possui 24%.

Promessa – O IPO do Alibaba pode ultrapassar outras grandes estreias na bolsa, caso do Agricultural Bank of China, que ostenta o recorde, com 22,1 bilhões de dólares nas bolsas de Xangai e Hong Kong, em 2010. A maior arrecadação na NYSE aconteceu em 2008, quando a bandeira de cartões Visa estreou em Nova York e captou 19,7 bilhões de dólares. Já a entrada do Facebook na Nasdaq, em 2012, não chegou a 16 bilhões de dólares.