Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Foursquare abandona “check-in” e vira serviço de recomendação

A partir da nova versão, app se consolida como ferramenta de indicação de estabelecimentos e demais locais. Check-in é função do Swarm

Em maio, o CEO do Fousquare, Dennis Crowley, afirmou: “O check-in (mensagem que o usuário dispara na rede de geolocalização para mostrar onde está) não perdeu relevância, mas o Swarm (app que permite buscar amigos nas proximidades) vai oferecer uma experiência mais rápida e simples para quem quer encontrar alguém.” Esse foi o primeiro indício de que o recurso, que se tornou corriqueiro em aplicativos similares, perderia espaço no Fousquare. A nova versão do app, divulgada nesta quarta-feira em todo o mundo, comprova a morte da ferramenta. A partir de agora, o check-in ficou restrito ao Swarm e Foursquare assumiu publicamente a função de serviço de recomendação.

Leia também:

App do Foursquare não é prioridade, diz CEO da rede social

A repaginação do aplicativo foi completa e até o logotipo sofreu mudanças. Na nova versão, o logo foi inspirado nas tradicionais marcações de mapa no formato de balão ou alfinete, que ganharam popularidade com o Maps, do Google. A ideia, afirma a empresa, é oferecer recomendações personalizadas aos usuários sobre onde ir, o que comer e o que fazer. O aplicativo “aprende” sobre os hábitos das pessoas e com base em seu comportamento oferece sugestões na região. O objetivo é facilitar a tarefa de encontrar um lugar que tenha a ver com seu estilo.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Ao baixar a nova versão, o usuário escolhe palavras-chave relacionadas a seus hábitos (mesas ao ar livre, cerveja ou pudim de leite). Com base nas marcações e nas avaliações feitas por uma pessoa ou por usuários com perfil similar, o app sugere alternativas.

É possível fazer uma pesquisa por um local, acessar indicações que estejam na região ou recomendações de amigos. Dicas continuam bem-vindas. Basta acessar o histórico de locais, visível apenas para o dono do app, e escrever sobre o que vale a pena – ou não – em determinado estabelecimento.

As tradicionais medalhas do Foursquare, distribuídas de acordo com o número de check-ins, foram substituídas por um recurso chamado “Expertise”. A barra de especialidades indica o quão o usuário é referência em uma localidade ou em um determinado restaurante especialista em comida alemã ou italiana, por exemplo.

Ao clicar sobre um estabelecimento, o botão check-in é exibido para usuários que tiverem o Swarm instalado. Ao dar continuidade à ação, o usuário é levado automaticamente para o outro aplicativo.

A mudança é estratégica para o Foursquare, que mapeou nos últimos anos uma mudança importante na forma como os usuários interagem com o aplicativo. Ao invés de apenas oferecer um recurso para que as pessoas informassem aos amigos da rede sua visita – frequente ou não – a um estabelecimento, o programa passou a ser utilizado como um guia, já que permitia às pessoas avaliar lugares.

A base de 55 milhões de usuários e 65 milhões de locais mostrou à empresa o quão relevante é o seu banco de dados. Isso reforçou a ideia de que o Foursquare poderia oferecer muito mais à comunidade do que apenas um status de “prefeito de algum lugar”.