Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fim de uma era nos games: o adeus ao joystick

Por Renata Honorato - 16 jun 2010, 14h37

A Microsoft pode protagonizar uma revolução no setor de jogos eletrônicos ao propor um sistema inovador, baseado em inteligência artificial, capaz de dar fim ao joystick. O Kinect – apresentado nesta semana durante a E3, maior feira de games do planeta – adiciona ao console de jogos Xbox 360 um dispositivo capaz de captar os movimenos do jogador e interpretá-los como comandos. Assim, o avatar “copia”, no mundo virtual, as ações do jogador. Assista ao vídeo promocional do dispositivo. Entenda também como ele funciona.

“O Kinect torna a experiência de jogo e entretenimento muito mais orgânica e fluída”, disse Mike Delman, vice-presidente corporativo de marketing global da Microsoft. Para ele, o aparelho chamará a atenção de um público pouco familiarizado aos games, mas disposto a conhecer de perto a nova tecnologia.

Conhecido até semana passada como Natal, o projeto revolucionário foi desenvolvido por um brasileiro, o curitibano Alex Kipman. O protótipo ganhou o nome familiar por causa da paixão de Kipman pelo Nordeste e, em especial, pela capital do Rio Grande do Norte.

Na prática, o Kinetic será um dispositivo colocado diante do jogador – confira seu funcionamento no quadro abaixo. Ele será lançado nos EUA no segundo semestre, às vésperas das festas de final de ano, mas ainda não há previsão de chegada ao mercado brasileiro. O preço do item não foi divulgado.

Continua após a publicidade

Assista a seguir ao vídeo com a demonstração do Kinetic

Publicidade