Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fábricas chinesas de produtos Apple são inspecionadas

Unidades da Foxconn, onde há denúncia de abusos, serão visitadas a pedido do CEO da empresa americana, Tim Cook

Fábricas de empresas fornecedoras da Apple – como a unidade da taiwanesa Foxconn em Shenzhen e Chengdu, na China, onde são feitos iPads e iPhones – começaram a ser inspecionadas nesta segunda-feira. O trabalho, feito a pedido da Apple, está sendo conduzido pela Associação do Trabalho Íntegro (Fair Labor Association ou FLA), uma organização sem fins lucrativos que zela por direitos trabalhistas.

Liderada pelo presidente da FLA, Auret van Heerden, uma equipe de especialistas em direitos trabalhistas começou as primeiras inspeções na unidade de Shenzhen, conhecida como Foxconn City. Essas instalações já foram alvo de críticas internacionais em 2009 e 2010, depois que 19 pessoas cometerem suicídio dentro da fábrica.

O ano de 2012 da Foxconn começou com uma ameaça de suicídio coletivo. Cerca de 300 funcionários do complexo fabril de Wuhan, no interior do país, ameaçaram se matar em protesto contra as más condições de trabalho. Os empregados reclamavam do excesso de sujeira nas fábricas, falta de treinamento para operar máquinas perigosas e parcelamento de salários, que, em tese, deveriam ser pagos à vista. O protesto terminou sem mortes, mas 45 trabalhadores decidiram pedir demissão após a crise.

“Nós acreditamos que trabalhadores têm direito a um ambiente de trabalho seguro e íntegro. Por isso, pedimos à FLA uma avaliação independente do desempenho de nossos maiores fornecedores”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “As inspeções em andamento não têm precedentes na indústria eletrônica.”

Como parte da avaliação, a FLA entrevistará milhares de trabalhadores sobre as condições de trabalho e moradia, abordando questões sobre saúde, segurança, salários, horas de trabalho e comunicação com a gerência. A equipe da FLA também inspecionará as áreas de fabricação, dormitórios e outras instalações.

As descobertas da primeira avaliação serão publicadas no início de março. Inspeções semelhantes serão conduzidas mais adiante nas instalações da Quanta e da Pegatron. As avaliações da FLA darão conta das fábricas onde mais de 90% dos produtos da Apple são montados.