Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Ex-CEO do Google elogia Brasil e diz que país precisa de governos estáveis

Em painel de encerramento de conferência sobre tecnologia nos Estados Unidos, Eric Schmidt falou de sua experiência com o país

Por Alessandro Giannini, de Mountain View, EUA Atualizado em 17 Maio 2022, 23h15 - Publicado em 17 Maio 2022, 23h02

Ex-CEO do Google e à frente de uma empresa de investimentos, o americano Eric Schmidt foi a estrela do painel de encerramento da quarta edição do Brazil at Silicon Valley, em Mountain View, na Califórnia, realizado nesta terça-feira, 17, nos Estados Unidos. Ao falar de sua visão do Brasil em termos de tecnologia, Schmidt elogiou o país e disse que teve uma ótima experiência quando o visitou. “Para mim, o Brasil tem tudo que precisa, a não ser um governo estável”, disse, por meio de uma transmissão em vídeo.

Schmidt foi além. O executivo disse que o Brasil tem talento, tem uma língua, uma população grande, uma “fantástica cultura e grandes seres humanos”. O problema, diz ele, está nos governos instáveis e nas políticas públicas para o setor privado. “É preciso encontrar um jeito de eleger presidentes experientes e profissionais, além de formar um conjunto de instituições fortes para evitar essa coisa que todo mundo sempre acaba na cadeia.”

O executivo americano disse que teve uma experiência muito “bem sucedida” com o Brasil enquanto esteve à frente do Google. E também falou que conheceu todos os presidentes à época. “Quando fomos ao país pela primeira vez, compramos uma pequena empresa, era um mecanismo de busca”, disse ele. “Aquela equipe se tornou muito integrada em nossas operações e, como resultado, estive lá muitas vezes.”

O Brazil at Silicon Valley é um movimento de estudantes brasileiros de Stanford e Berkeley que tem o objetivo  de promover o país por meio de inovação e investimento na área de tecnologia. A conferência em Mountain View, nos Estados Unidos, realizada nos dias 16 e 17, reuniu, entre outros nomes, o cientista Jaron Lanier, o executivo Kevin Efrusy (Accel), o empresário Carlos Brito (ex-Ambev) e Monica Saggioro (MAYA).

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)