Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

E3: game ‘Angry Birds’ terá versão para consoles

Em entrevista exclusiva ao site de VEJA em Los Angeles, Petri Järvilehto, presidente executivo de games da Rovio, confirma lançamento

Por Renata Honorato, de Los Angeles 7 jun 2012, 11h25

Angry Birds ganhará, finalmente, uma versão para os consoles. A série, que já foi baixada mais de 1 bilhão de vezes em todo o mundo, será adaptada para os videogames, e o anúncio oficial acontecerá nas próximas semanas. Para dar o próximo passo, a companhia finlandesa vai contar com a ajuda de uma empresa americana. O acordo se tornou público durante a E3, quando um personagem do Angry Birds apareceu em uma apresentação no estande da Activision.

Leia mais:

Cobertura especial de VEJA na E3

VEJA teste novo console Wii U

‘Assassin’s Creed III’ será lançado em português no Brasil

Sony faz apresentação morna na E3

Microsoft aposta em integração com celular

As evidências vão ao encontro do que diz Petri Järvilehto, presidente executivo de games da Rovio, em entrevista exclusiva ao site de VEJA. “Estamos muito felizes e logo anunciaremos algo muito grande, mas ainda não posso falar a respeito”, conta o executivo. Sem disfarçar, Järvilehto completa: “Temos projetos em andamento que visam levar o Angry Birds aos consoles, mas não temos detalhes. Não, por ora.”

Segundo o executivo, a Rovio é uma empresa de entretenimento e está trabalhando na expansão da marca globalmente. “O Angry Birds já se tornou filme, quadrinho e brinquedo para playground. Também estamos distribuindo produtos da franquia aqui nos Estados Unidos graças a uma parceria que fechamos com o Wall Mart”, conta.

Continua após a publicidade

Mas os pássaros mal-humorados e os porcos verdes são apenas o começo. Järvilehto lidera uma equipe de 160 pessoas na sede da Rovio, na Finlândia, e metade delas já está trabalhando em novos jogos. “A outra metade pensa em atualizações para o Angry Birds“, afirma. Mas o executivo não se compromete com uma data. “São coisas para futuro”, diz.

Atualmente, a maior comunidade de jogadores de Angry Birds está na Ásia – especificamente na China. Os Estados Unidos aparecem em seguida, ocupando o segundo lugar entre os mercados com maior penetração da Rovio.

América Latina – O Brasil não passa em branco para a Rovio, embora o país não figure na lista de nações onde o Angry Birds é mais popular. Järvilehto acompanha o avanço da comunidade e diz que, principalmente no Facebook, os brasileiros representam uma significativa parcela dos jogadores. A rede social, inclusive, é uma plataforma importante para a Rovio, conforme afirma o porta-voz: “Temos muitos concorrentes lá, mas estamos felizes.”

Leia mais:

Cobertura especial de VEJA na E3

VEJA teste novo console Wii U

‘Assassin’s Creed III’ será lançado em português no Brasil

Sony faz apresentação morna na E3

Microsoft aposta em integração com celular

Continua após a publicidade
Publicidade