Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cinco games que promovem a paquera on-line

Conheça os títulos campeões de audiência entre jogadores que buscam a 'tampa da panela' enquanto se divertem na rede

Por Renata Honorato - 8 jun 2013, 16h02

Os sites de relacionamento sempre foram uma opção para quem busca na rede um ambiente para paquerar. Muita gente, contudo, encontrou uma alternativa a redes como Par Perfeito, OKCupid ou e-Harmony: são os games do gênero MMO (títulos on-line massivo para milhares de usuários simultâneos) – aqueles que podem ser jogados pela internet. Os principais interessados são a turma da geração Atari, homens e mulheres na faixa dos 30 anos de idade.

Leia também:

Os jogos mais vendidos no Brasil

A razão é simples: além de encontrar pessoas de interesse comum, esses títulos permitem a interação entre os usuários, que podem se comunicar por chat ou voz durante as partidas. As missões são realizadas por grupos conhecidos como guildas e é justamente nesses times que surgem os primeiros flertes entre os jogadores.

Continua após a publicidade

O índice de relacionamentos bem-sucedidos é tão alto dentro dos universos virtuais que muitos dos jogos oferecem a possibilidade de os jogadores se casarem… no game. Alguns títulos oferecem roupas personalizadas para essas ocasiões, outros optam por vender vestidos de noiva em suas lojas on-line. Os itens podem ser adquiridos com dinheiro virtual ou real. Algumas cerimônias contam até com a presença de convidados.

Segundo um estudo realizado pela organização de educação independente Online University, a idade média dos jogadores de MMO nos Estados Unidos é de 32 anos – no e-Harmony, um dos sites de relacionamento mais populares do país, a média é de 48 anos. Ainda de acordo com a pesquisa divulgada no ano passado, o tempo médio gasto em sites de relacionamento é 1,4 hora por mês. Já nos games on-line, os jogadores passam em média 34,6 horas conectados.

Publicidade