Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chrysler faz recall de 1,4 milhão de carros vulneráveis a hackers

Após especialistas em segurança conseguirem bloquear até os freios dos veículos, a empresa está fazendo atualização nos sistemas dos carros que podem ser alvos de ataques cibernéticos

Por Da Redação 27 jul 2015, 19h03

A montadora americana Chrysler anunciou na última sexta-feira um recall de 1,4 milhão de carros, após especialistas revelarem que o sistema dos veículos é vulnerável à invasão de hackers. A empresa, que também é dona da Jeep e da Dodge, fará correções no software Uconnet, do computador de bordo.

Com um notebook ou um smartphone, especialistas em segurança digital invadiram esse sistema para ligar e desligar o ar-condicionado e até cortar os freios e o motor. Os motoristas não precisarão levar seus carros às concessionárias: a empresa vai enviar um pen drive aos donos dos automóveis, para que instalem as correções no software e outras “medidas adicionais de segurança”, de acordo com o comunicado da Chrysler.

Leia também:

Google divulga primeiro relatório de acidentes com seus carros autônomos

Toyota apresenta sua próxima geração de carros autônomos

Problemas de segurança – Uma reportagem feita pela revista Wired, na última terça-feira (21), mostrou como dois hackers conseguiram rastrear os veículos e controlá-los remotamente. Após a divulgação dos problemas, a montadora afirmou, na quinta-feira, que faria um upgrade em sua rede para coibir os ataques, mas, um dia depois, decidiu pelo recall.

A lista dos modelos e o comunicado (em inglês) está disponível no site da empresa. O recall vale para automóveis norte-americanos, mas é possível conferir a lista e, caso haja alguma atualização a fazer, baixar o arquivo e instalá-lo no carro.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade