Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Campus Party 2013 quer ser ‘garagem do silício’ brasileira

Diretor geral afirma que edição deste ano do evento dará ênfase ainda maior a projetos e desenvolvedores que apostem em tecnologia e inovação

Por James Della Valle 13 jan 2013, 16h22

Entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, mais de 8.000 pessoas se reunirão no Parque Anhembi, em São Paulo, para o maior evento de tecnologia e empreendedorismo do país: a Campus Party. Em sua sexta edição, o evento já provou ser um sucesso, auxiliando desenvolvedores e empresas de inovação – as startups – a manter contato com investidores e especialistas de mercado. Para 2013, a organização do acampamento tecnológico promete ampliar ainda mais o espaço para a elaboração de ideias e projetos, como explica Mario Teza, diretor geral da Campus Party Brasil, em entrevista ao site de VEJA. “Com isso, vamos contribuir com o processo de afirmação do Brasil como a garagem do silício do século XXI”, diz, uma referência às startups surgidas no chamada Vale do Silício americano, região da Califórnia que concentra as empresas de inovação.

Leia também:

Campus Party 2013 volta a focar no empreendedorismo

Publicidade