Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Brasileiro fundador do Facebook pode ser banido dos EUA

Senadores americanos reagem à informação de que Eduardo Saverin teria renunciado à cidadania americana para fugir de impostos

Por Da Redação
17 Maio 2012, 14h16

O brasileiro e cofundador do Facebook Eduardo Saverin pode perder o direito de entrar nos Estados Unidos após renunciar à cidadania americana. A discussão sobre o banimento do brasileiro está em discussão no Senado dos Estados Unidos e foi provocada pelos boatos de que Saverin renunciara à condição de cidadão americano para evitar o pagamento de 67 milhões de dólares em impostos proveniente da venda de ações a ser feita com a provável entrada do Facebook na bolsa de valores, nesta sexta-feira. Estima-se que Saverin detenha cerca de 4% de participação na empresa.

Leia mais:

Em VEJA: Saverin fala sobre a rede social

Mensagens atribuídas a CEO do Facebook mostram como brasileiro foi tirado da sociedade

Brasileiro do Facebook renuncia à cidadania americana

Continua após a publicidade

A história teve início nesta semana, quando foi revelado o pedido de renúncia da cidadania feito pelo brasileiro. Imediatamente, circulou a versão de que se tratava da estratégia para fugir dos impostos. Saverin vive em Cingapura desde 2009, onde não paga impostos sobre ganhos de capital.

Os senadores Charles Schumer e Bob Casey, então, declararam guerra. Afirmaram que é preciso criar uma lei que obrigue pessoas que renunciam à cidadania americana a pagar impostos como os demais cidadãos. Eles também são a favor de proibir “pessoas como Saverin” de voltar ao país.

Em entrevista ao jornal The New York Times, o brasileiro desmentiu as especulações e disse ser um cidadão do mundo. “Nasci no Brasil e fui um americano por dez anos. Eu me vejo como um cidadão global”, disse.

Ele disse ainda que pagou 15% de impostos sob sua fortuna ao deixar os Estados Unidos. E acrescentou que o pedido de renúncia à cidadania foi feito em setembro de 2011, mas que o governo só anunciou a decisão agora, às vésperas do IPO do Facebook.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.