Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apple faz recall de carregadores de iPhone na Europa

Brasileiros que compraram produto defeituoso no exterior não poderão fazer troca em revendas autorizadas da marca no país

A Apple iniciou na última segunda-feira um recall de carregadores de iPhone defeituosos vendidos na Europa. O modelo A1300, número que pode ser encontrado ao lado da tomada, apresenta risco de superaquecimento, o que pode levar a riscos para os usuários. O acessório com defeito foi vendido no período entre outubro de 2009 e setembro de 2012.

Leia também:

Apple volta a vencer Gradiente em ação pela marca iPhone

Home Kit pode fazer do iPhone o coração da casa inteligente

Segundo a Apple, os carregadores foram vendidos junto com o iPhone 3GS, 4 e 4S em 37 países europeus, entre eles Alemanha, Espanha e França. “Nós decidimos trocar todos os carregadores afetados por adaptadores novos e redesenhados, sem custo para o consumidor”, escreveu a empresa de Cupertino, no site oficial.

Embora o recall não aconteça no Brasil, o problema pode afetar brasileiros, já que muitas pessoas compraram iPhones na Europa nos últimos anos. Contudo, de acordo com a Apple, quem possui o modelo de carregador A1300 não poderá trocar o produto nas revendas autorizadas da Apple no país, nem na única loja oficial da marca, localizada no Rio de Janeiro. Neste caso, a substituição só será possível se o usuário levar o produto em uma revenda nos 37 países da Europa que participam do recall.

Para que a troca seja realizada, os consumidores devem apresentar o produto defeituoso, além do iPhone que foi comprado junto a ele. A Apple irá verificar o número de série do smartphone para autorizar a substituição. A fabricante não divulga a quantidade de produtos afetados pelo defeito em todo o mundo.

Enquanto a troca do acessório não é feita, a Apple recomenda que o usuário somente carregue a bateria do iPhone com o uso do cabo conectado à entrada USB do computador. No Brasil, os consumidores que não tiverem a oportunidade de trocar o acessório na Europa, terão que desembolsar 99 reais para ter um novo carregador fabricado pela Apple.