Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Apple equivale a 32 bancos da zona do euro

Empresa de Steve Jobs atingiu US$ 340 bilhões com o sucesso de produtos como o iPod, iPhone e iPad

Por Da Redação 20 ago 2011, 10h30

A gigante de tecnologia americana Apple vale atualmente tanto quanto os 32 maiores bancos da zona do euro. Esse é o resultado da recente queda dos preços das ações de bancos como o espanhol Santander, o francês BNP Paribas, o alemão Deutsche Bank e o italiano Unicredit, além do crescimento vertiginoso do valor da empresa dirigida por Steve Jobs.

Na sexta-feira, o índice de bancos da zona do euro DJ Stoxx caía cerca de 4%, o que dava a seus 32 integrantes o valor de US$ 340 bilhões. A cifra se baseia na capitalização das ações em circulação no mercado.

O índice perdeu um terço de seu valor desde o início de julho, afetado pelos temores de que os bancos teriam perdido bilhões de dólares por seus investimentos em bônus de países da zona do euro e pelo fracasso dos políticos em tentar frear a crise da dívida na Europa.

Golpeados pela crise das hipotecas subprimes e pela exposição à dívida soberana de países com dificuldades de solvência, os bancos da zona do euro já perderam 75% de seu valor desde maio de 2007. Por outro lado, o valor de mercado da Apple atingiu US$ 340 bilhões com o sucesso de produtos inovadores como o iPod, o iPhone e o iPad.

Leia também:

Apple planeja lançar iPad 3 no início de 2012

Continua após a publicidade
Publicidade