Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Apple apresenta seu remendo ao problema do iPhone 4: uma capa de borracha

Por Da Redação 16 jul 2010, 15h09

A partir da próxima semana, clientes da Apple poderão pedir capas gratuitas para resolver – ou amenizar – os problemas de recepção do iPhone 4. A afirmação veio do próprio CEO da empresa Steve Jobs, durante uma conferência de imprensa nesta sexta. O executivo chegou a afirmar que uma baixa porcentagem de usuários – aproximadamente 0,55% – reclamou dos problemas na antena do aparelho.

Durante a apresentação, Jobs disse que o smartphone já vendeu mais de três milhões de unidades desde seu lançamento no dia 24 de junho, mas que o número de capas disponíveis não é suficiente para suprir a necessidade de todos. “Não temos todas as unidades, mas estamos trabalhando com parceiros para resolver isso”, apontou.

Consumidores que já compraram o acessório oficial serão reembolsados a partir de setembro. Ele enfatizou que aqueles que não concordarem com a solução ainda podem devolver o aparelho em 30 dias úteis, de acordo com a política de devolução acordada entre a Apple e a AT&T – operadora responsável pelo celular nos Estados Unidos.

A conferência começou com uma paródia sobre o iPhone 4 encontrada no YouTube. Logo, o executivo chefe da companhia subiu ao palco para falar sobre os problemas na antena. A frase “Nós (Apple) não somos perfeitos. Telefones não são perfeitos”, estampou o primeiro slide da apresentação. Jobs disse que seu objetivo é definir exatamente qual é o problema antes de encontrar uma solução.

Em seguida ele apontou que todos os smartphones têm problemas de recepção, apresentando resultados de testes com o Blackberry Bold 9700, o HTC Droid Eris e o Samsung Omnia II. “Não pensamos que isso seria um grande problema, já que todo celular passa por isso”, disse.

Outro dado apresentado foi a quantidade de devoluções de iPhones nas versões 4 e 3GS. A mais recente tem uma taxa de 1,7% de aparelhos retornados, diante os 6% do modelo anterior. No entanto, a Apple admitiu – sem fornecer números concretos – que a queda de chamadas é maior no novo celular.

Durante a coletiva, Jobs também anunciou que o modelo branco do iPhone 4 passará a ser comercializado no próximo dia 30. Nessa data, o celular estará disponível em mais 17 países – o Brasil e os países da América do Sul não foram listados

No dia 2 de julho, a Apple disponibilizou aos proprietários do celular uma atualização para o sistema iOS que prometia resolver o problema de recepção. Na verdade, o update fazia apenas uma alteração no programa responsável por gerenciar o número de barras que demonstram a qualidade do sinal, sem corrigir a falha.

O golpe principal veio com a publicação de um artigo na revista Consumer Reports, especializada em testes de produtos eletrônicos. O material confirma a falha, enquanto os editores da publicação não recomendam a compra do celular. As ações chegaram a cair mais de 3% no dia seguinte, após as afirmações.

Continua após a publicidade
Publicidade