Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

App mais tolo da atualidade, “Yo” é sucesso na Apple Store

Programa que permite envio de uma única saudação recebeu US$ 1 milhão, despertando discussão sobre bolha no setor de tecnologia

O Yo, aplicativo que permite aos usuários compartilhar uma única mensagem entre amigos, já é considerado o programa mais tolo da atualidade. A falta de utilidade do software, contudo, não comprometeu sua popularidade nos Estados Unidos. O aplicativo se transformou em uma sensação entre os usuários de iPhone no país e já aparece em 5º lugar no ranking da App Store americana, na frente do Facebook, Instagram e Snapchat.

O aplicativo, no qual a pessoa escolhe o nome de um contato e envia a mensagem “yo”, uma saudação como “oi”, virou assunto no Vale do Silício. Minimalista, o programa levantou debates sobre o que realmente é inovação no mercado de dispositivos móveis.

Segundo um tuíte divulgado pela companhia nesta sexta-feira, quase 4 milhões de yos foram enviados em apenas um dia, na última quinta-feira. O app não tem segredos. Quando alguém envia a mensagem, uma notificação é exibida no smartphone com o remetente do “yo”. Só isso.

Or Arbel, fundador e CEO da “incrível” iniciativa, é israelense e captou 1 milhão de dólares de fundos de um investidor anjo para financiar o projeto. A ideia nasceu com a ajuda do amigo Moshe Hogeg, CEO do Mobli, um concorrente do Instagram, cuja sede fica em Nova York.

O aplicativo foi criado em oito horas. Segundo Arbel, os primeiro amigos a testar o app adoraram a proposta. “Todo mundo amou a simplicidade”, disse o engenheiro para o periódico econômico Financial Times. “Com exceção de um deles, que achou o aplicativo o mais estúpido da história”, completou.

O Yo virou piada no programa americano de comédia The Colbert Report. O investimento milionário também foi questionado por diversos usuários nas redes sociais. A revista The Atlantic disse que o aporte ilustra a chegada de uma nova bolha no Vale do Silício, com grandes investimentos em iniciativas fadadas ao fracasso.