Clique e assine a partir de 8,90/mês

Amazon lança serviço de streaming de música nos EUA

Prime Music tem acervo bem inferior ao oferecido pelo Spotify, mas pode se tornar vantajoso após lançamento do smartphone do gigante do varejo

Por Da Redação - 12 jun 2014, 11h43

A Amazon anunciou nesta quinta-feira seu próprio serviço de streaming de música para competir com o Spotify nos Estados Unidos. No lançamento, o Prime Music terá mais de 1 milhão de músicas disponíveis, número bem inferior ao catálogo das principais empresas do segmento, como Spotify e Deezer, que oferecem mais de 30 milhões de canções para ouvir por meio da internet. Por ora, o serviço só será oferecido a consumidores americanos e não há perspectiva de chegada ao Brasil.

Leia também:

Amazon lança concorrente para Apple TV e Chromecast

Amazon retoma venda direta do Kindle no Brasil

O Prime Music será oferecido gratuitamente para assinantes do Amazon Prime, pacote de vantagens da Amazon. Por meio dele, a empresa já oferece frete grátis para itens comprados na loja virtual, além de acesso a milhares de filmes e séries de TV do Prime Instant Video e também a mais de 500.000 livros eletrônicos por meio de uma biblioteca do Kindle. O streaming de música passará a fazer parte do pacote de serviços oferecido aos assinantes.

Segundo a Amazon, o Prime Music reproduzirá músicas sem anúncios. Usuários dos tablets Kindle Fire HD e HDX receberão o app automaticamente por meio de uma atualização. Quem não tem os tablets da Amazon poderá baixar a nova versão do aplicativo Amazon Music por meio da App Store e do Google Play, para acessar o serviço por meio do iPhone ou Android.

O novo serviço da Amazon incluirá no catálogo álbuns completos de artistas como Bruno Mars, Bruce Springsteen, Daft Punk e Madonna. De acordo com o jornal New York Times, músicas da gravadora Universal Music, a maior do mercado, não estarão disponíveis.

Embora não traga um catálogo de músicas que amedronte os concorrentes, o novo serviço da Amazon pode ser uma vantagem que chega em boa hora para quem assina o Amazon Prime. Com o acesso gratuito às músicas e playlists, esses consumidores – que já pagam até 99 dólares para obter vantagens – poderão pensar duas vezes antes de pagar mais para ter acesso a um catálogo maior oferecido por outros serviços de streaming.

A oferta da Amazon poderá ficar mais interessante na próxima semana, quando o gigante do varejo vai realizar um evento para anunciar seu primeiro smartphone. Junto com o aparelho, a empresa poderá anunciar uma parceria com operadoras americanas para subsidiar o acesso a serviços oferecidos por meio do Amazon Prime. Isso significa que, ao ouvir as músicas do Prime Music ou ver filmes do Prime Instant Video, os usuários não gastarão seu pacote de dados contratado junto à operadora.

Continua após a publicidade
Publicidade