Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amazon lança “Netflix de livros” por US$ 9,99 ao mês nos EUA

Usuários podem acessar cerca de 600.000 títulos a partir do leitor eletrônico Kindle e de apps para smartphones e tablets

A Amazon apresentou nesta sexta-feira um novo serviço de assinaturas chamado Kindle Unlimited, que permite acessar um acervo de mais de 600.000 e-books por uma mensalidade de 9,99 dólares ao mês. O serviço – espécie de Netflix (filmes) e Spotify (música) dos livros – está disponível apenas nos Estados Unidos por meio do leitor eletrônico Kindle e também dos apps de leitura da marca.

Leia também:

Scribd, o “Netflix dos livros”, e a segunda onda dos e-books

De acordo com a Amazon, o usuário poderá buscar os livros na própria loja virtual. Os títulos inclusos no serviço Kindle Unlimited exibirão um selo especial. Para ler, o usuário deverá clicar sobre o botão “Leia de graça”. No caso dos audiobooks, títulos que o usuário pode ouvir, a Amazon vai oferecer um período gratuito de três meses para os assinantes do Kindle Unlimited.

Entre os títulos disponíveis no serviço está a trilogia de O Senhor dos Anéis, toda a série de Harry Potter, além de títulos de outros gêneros, como Os Sete hábitos das Pessoas Altamente Eficazes. A Amazon também oferecerá livros infantis, publicações acadêmicas e de referência, além de guias turísticos por meio do Kindle Unlimited.

Todo o conteúdo poderá ser acessado em leitores eletrônicos Kindle e Kindle Paperwhite, apps para iPhone, iPad, Android, Windows Phone, BlackBerry e computadores com Windows 8 e MacOS. Segundo a Amazon, todos os recursos populares de livros do Kindle, entre eles os trechos de livros populares mais marcados pelos leitores e o registro automático de onde o usuário parou a leitura, estarão disponíveis também no modelo de assinatura.

Assinatura de livros – Nos Estados Unidos, o novo serviço da Amazon vai concorrer com o Oyster, que oferece um acervo de 500.000 livros por 9,95 dólares ao mês. Os e-books podem ser lidos em aplicativos para iOS, Android, no tablet Kindle Fire e também por meio da web. Outro rival é o Scribd, que, desde outubro do ano passado, oferece acesso a 100.000 títulos de e-books por uma mensalidade de 8,99 dólares. O serviço, porém, só dá acesso a livros publicados até 2012, o que deixa os lançamentos fora do alcance do leitor.

O Kindle Unlimited não tem previsão de lançamento em outros países, como o Brasil. Por aqui, existem pelo menos três serviços similares. No Nuvem de Livros, o consumidor paga uma mensalidade de 19,90 reais, mas a empresa não indica no site a quantidade de livros disponíveis. Há também outras opções, como o Minha Biblioteca, que oferece 4.000 títulos de livros acadêmicos, mas só pode ser acessado por estudantes de escolas e universidades parceiras.