Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amazon cria serviço que aproxima Kindle das escolas

Whispercast permite que gestores e professores configurem, por exemplo, perfis e conteúdos personalizados a alunos

A Amazon deu nesta quarta-feira mais um passo na direção das escolas americanas, visando aproximar a linha de produtos Kindle do ambiente escolar. A empresa, que já vinha testando o aparelho em unidades do jardim de infância, apresentou o serviço Whispercast, que possibilita à escola administrar os acessos feitos por alunos por meio do equipamento. O recurso permite que gestores e professores configurem, por exemplo, perfis e conteúdos personalizados, separando-os de acordo com os níveis e necessidades de aprendizado dos alunos.

Leia mais:

Novo Kindle Fire, uma boa alternativa ao iPad

Instituições como a Clearwater High School, da Flórida, e a St. Rose of Lima School, do Texas, estão entre as escolas que vêm testanto o uso do dispositivo entre os estudantes. “O aparelho faz com que os alunos fiquem mais entusiasmados com a leitura e estudos em geral”, comenta Keith Mastorides, representante da Clearwater High School.

Para aumentar a competição com o iPad, da rival Apple, no ambiente escolar, a Amazon pretende vender o tablet Kindle Fire às escolas pelo preço de custo. O retorno finaceiro viria por meio da venda de e-books, games, aplicativos, vídeos, músicas e demais conteúdos digitais.

“Nós queremos que qualquer pessoa possa ter um Kindle. O que pudermos fazer para concretizar isso será feito”, diz Jay Marine, vice-presidente de gerenciamento de produtos da linha Kindle. “Nós temos também uma missão particular de aumentar o número de leitores, especialmente entre as crianças.”

O segmento de educação é um grande mercado potencial para tablets e e-readers. Segundo a Apple, no segundo trimestre de 2012, as vendas de iPads para o instituições de ensino praticamente dobraram em comparação ao ano anterior, ficando pouco abaixo da marca de 1 milhão de unidades.

(Com Agência Reuters)