Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amazon apresenta seu 1º celular, Fire Phone, que exibe imagens 3D

Os preços: 199 dólares, na versão de 32 GB de memória, e 299 dólares, na de 64 GB

A Amazon apresentou nesta quarta-feira, nos Estados Unidos, seu primeiro smartphone, o Fire Phone. O aparelho tem tela de LCD de 4,7 polegadas com resolução HD e traz uma tecnologia 3D chamada Dynamic Perspective, que modifica a perspectiva da imagem conforme o usuário movimenta a tela à sua frente. O smartphone é equipado com processador de 2,2 GHz com quatro núcleos e câmera fotográfica com resolução de 13 megapixels. O acabamento, em vidro Gorilla Glass 3, protege os dois lados do Fire Phone. Os preços do smartphone: 199 dólares, na versão de 32 GB de memória, e 299 dólares, na de 64 GB.

Leia também:

Amazon lança serviço de streaming de música nos Estados Unidos

Amazon apresenta concorrente para Apple TV e Chromecast

A tecnologia Dynamic Perspective utiliza quatro câmeras frontais para monitorar a posição do usuário. Com isso, ela pode adicionar perspectiva a qualquer imagem ou vídeo, sem necessidade de uso de óculos especiais. O recurso também estará integrado a aplicativos: ao ler um livro no app do Kindle, por exemplo, o usuário pode rolar a página sem precisar tocar na tela, apenas inclinando o aparelho. Em mapas, alterar a perspectiva pode revelar informações sobre um local.

O sistema operacional do Fire Phone é baseado no Android, mas recebeu modificações na interface e recursos, assim como ocorreu com a linha de tablets Kindle Fire. O produto inclui um serviço de suporte chamado Mayday, que inicia uma chamada de vídeo com um funcionário da Amazon para tirar dúvidas sobre como utilizar o smartphone. O sistema da Amazon oferecerá também a tecnologia Firefly, que usa reconhecimento de voz, imagens e texto para identificar filmes, músicas e produtos. Ela é capaz de localizar o conteúdo desejado na loja on-line da Amazon ou mesmo em serviços de streaming de vídeo e música da marca. O Firefly é capaz de localizar mais de 100 milhões de itens na internet, segundo a companhia.

A pré-venda do Fire Phone já foi aberta nos Estados Unidos, apenas por meio da operadora AT&T. Ele será entregue aos consumidores a partir de 25 de julho. A venda do produto está atrelada a um contrato de dois anos com a operadora. O preço inclui uma assinatura de um ano do Amazon Prime, pacote de vantagens da Amazon que permite assistir a vídeos e ouvir músicas sob demanda, emprestar livros digitais no Kindle e comprar produtos com frete grátis por meio da loja on-line. Ao contrário dos rumores, no entanto, não há subsídio da Amazon para acessar esses serviços por meio da rede 4G da AT&T.

E-commerce – O lançamento da Amazon sinaliza que os smartphones e tablets estão rapidamente se tornando a ferramenta principal de pesquisa e compra de produtos pela internet. De acordo com a comScore, o comércio eletrônico por meio de dispositivos móveis cresceu a uma taxa quase duas vezes superior à do varejo on-line durante o primeiro trimestre nos Estados Unidos.

Analistas afirmam que o smartphone da Amazon teria mais oportunidades fora dos Estados Unidos, onde a penetração desse tipo de aparelho é menor. Apenas 30% dos 5,2 bilhões de telefones em operação no mundo são smartphones, de acordo com Vitor Anthony, analista da Topeka Capital Markets, em junho. Por outro lado, se o objetivo é vender mais itens por meio de sua loja on-line, levar o smartphone a países onde compras por meio de celulares ainda engatinha talvez fosse uma decisão precipitada.

No Brasil, as compras realizadas por meio de dispositivos móveis representavam 2,5% de todas as operações on-line em janeiro de 2013, passando a 4,8% em dezembro do mesmo ano. “São poucas as lojas on-line no Brasil preparadas para as peculiaridades da navegação através de tablets e smartphones. Em 2014, isso deve começar a mudar”, escreveu a consultoria E-Bit, em seu relatório anual.

Com o lançamento do novo smartphone, a Amazon aumenta para cinco o número de aparelhos da marca disponíveis nos Estados Unidos. Durante muitos anos, a única aposta da empresa neste segmento era o leitor eletrônico de e-books Kindle, atualmente na segunda versão do Paperwhite. Em 2011, a empresa colocou no mercado seu primeiro tablet com uma versão modificada do Android, o Kindle Fire (agora, na versão HDX).

Entre os investimentos mais recentes da empresa está a central multimídia Fire TV, uma espécie de concorrente para a Apple TV e Chromecast. Com ela, o usuário pode acessar uma série de serviços de vídeo sob demanda, como Netflix, mas também opções da própria empresa, como o Prime Instant Video e o Prime Music – que oferece streaming de música gratuito para assinantes do Amazon Prime, pacote de vantagens da Amazon.

De acordo com a agência de notícias Bloomberg, o smartphone da Amazon é o projeto mais longo realizado pelo Lab126, subsidiária da Amazon especializada na fabricação de eletrônicos, localizada em Cupertino, na Califórnia. Segundo relatos de funcionários próximos ao projeto, o produto estaria em desenvolvimento desde 2009. Outros, como uma versão mais fina do Kindle Paperwhite e um dispositivo para ler cartões de crédito com o smartphone, estariam na lista de futuros lançamentos da Amazon.