Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ações do Facebook disparam na bolsa e alcançam novo recorde histórico

Valor do papel da rede social chegou a 62,03 dólares, nível mais alto desde que a empresa começou a ser negociada na Nasdaq, em maio de 2012

A ação da rede social Facebook disparou quase 16% nesta quinta-feira e alcançou um novo recorde histórico, após surpreender no dia anterior com resultados inesperados até para os analistas do mercado de capitais.

Leia também:

Lucro do Facebook cresce 717% em um ano

Uma hora depois do começo da abertura dos negócios da Nasdaq, a bolsa de valores eletrônica dos Estados Unidos, as ações do Facebook subiam 15,88% e eram negociadas a 62,03 dólares, seu nível mais alto desde que a empresa começou a ser cotada na bolsa em maio de 2012.

A empresa fundada por Mark Zuckerberg ganhou 1,5 bilhão de dólares no ano passado, frente aos 53 milhões de dólares de 2012; as receitas chegaram a 7,8 bilhões de dólares, 54% a mais que no ano anterior.

No último trimestre do ano, o lucro líquido da empresa chegou a 523 milhões de dólares, 717% a mais que entre outubro e dezembro de 2012, ao mesmo tempo em que suas receitas subiram, em termos anualizados, 63%, até os 2,5 bilhões de dólares.

Os analistas celebraram especialmente o maior peso que teve a publicidade em dispositivos móveis no faturamento do último trimestre, que representou 53% do total das receitas, enquanto um ano antes foi de 23%.

O Facebook tem 1,2 bilhão de usuários mensais, dos quais 945 milhões entram na popular rede social através de um dispositivo móvel. A média de usuários ativos diários no mês passado foi de 556 milhões, 49% a mais que um ano antes.

O grande mercado da empresa continua sendo os Estados Unidos e o Canadá, de onde veio quase metade dos acessos totais no trimestre passado. Da Europa, veio um terço dos ingressos.

Desde a sua acidentada estreia na Nasdaq em maio de 2012, os papéis do Facebook tiveram valorização de 62,12%. Se só for computado o ano passado, a alta foi de 98,4%.

(Com agência EFE)