Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ações da Samsung desabam após vitória judicial da Apple

Ações fecharam em baixa de 7,45% e chegaram a cair 7,84% na Bolsa de Seul

As ações da Samsung Electronics sofrem forte queda nesta segunda-feira, primeiro dia útil após um tribunal de San José, na Califórnia (EUA) dar ganho de causa à Apple na maior disputa de patentes entre as duas empresas. Segundo analistas, aumentam as incertezas sobre os futuros produtos da companhia sul-coreana, condenada a pagar 1,05 bilhão de dólares por violar diversas patentes de design e utilidade da concorrente.

Leia também:

Vitória jurídica da Apple pode remodelar setor de aparelhos móveis

Samsung: veredicto a favor da Apple prejudica consumidor

Apple deve anunciar menor versão do iPad em outubro

As ações da Samsung na Bolsa de Valores de Seul fecharam em baixa de 7,45% e chegaram a cair 7,84%, – ponto mais baixo no intraday em um mês. Grande parte das vendas no pregão foram feitas por corretoras locais. Corretoras estrangeiras inicialmente fizeram compras líquidas das ações da companhia, mas tornaram a fazer vendas líquidas no meio da manhã. Investidores estrangeiros detinham cerca da metade dos papéis. Com a queda nas ações, a Samsung teve reduzida sua contribuição para a capitalização total da Bolsa de Seul de 17% para cerca de 15,9%.

O que é uma patente?

Patente do iPhone Patente do iPhone

Patente do iPhone (/)

A patente representa um direito de exclusividade concedido pelo país ao criador de uma invenção ou modelo de utilidade. Em qualquer setor da indústria, é o número de patentes que indica o quão inovadora é uma empresa, além de oferecer dicas de sua saúde financeira. Se provada a cópia sem permissão, ela garante ao seu detentor o direito de cobrança por uso indevido. Para uma invenção ser patenteável, ela deve cumprir alguns requisitos básicos, como novidade, atividade inventiva e aplicação industrial.

Decisão – Na última -sexta-feira, a Justiça dos EUA decidiu por uma vitória arrasadora a favor da Apple, concedendo à companhia do Vale do Silício indenização da ordem de 1,05 bilhão pela Samsung violar patentes da rival. Os jurados concluíram que a empresa sul-coreana violou seis das sete patentes em questão no caso. Se a decisão levar a uma proibição de vendas de produtos da Samsung que disputam mercado com a Apple, isso começará a corroer a receita da companhia a partir do quarto trimestre, afirmou o analista Song Myung-sup, da Hi Investment & Securities. Analistas disseram que um ponto em questão é saber se a batalha de patentes atingirá o smartphone Galaxy S III, uma vez que os dispositivos móveis da Samsung que geraram a indenização são mais antigos.

‘Decepção’ – Nesta segunda-feira, a companhia asiática enviou uma nota sobre o assunto aos funcionários coreanos e, em seguida, colocou um comunicado em seu blog. A pequena nota expressa o desapontamento sobre a decisão, mas pouco acrescenta ao comunicado divulgado pela Samsung no final de semana, em que a empresa declara que a decisão do tribunal dos EUA pode prejudicar a concorrência no mercado norte-americano para smartphones e tablets.

Entretanto, a empresa não deu detalhes sobre qual estratégia será usada na tentativa de reverter o veredicto. No comunicado, a Samsun ainda diz que a determinação do tribunal norte-americano contrasta com as decisões de tribunais em outros países como Grã-Bretanha, Alemanha, Holanda e Coreia do Sul, para os quais, a empresa não copiou modelos da Apple. “Esses tribunais também reconheceram nossos argumentos sobre patentes e nossos padrões”, alega a Samsumg.

(Com Agência Estado)