Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vitamina D ajuda a prevenir doenças respiratórias em bebês

Banhos diários de sol são importantes para evitar doenças, segundo pesquisa

A vitamina D ajuda a combater as infecções respiratórias em bebês, segundo um estudo publicado na edição de janeiro da revista Pediatrics. De acordo com a pesquisa, para proteger os filhos de problemas desse tipo, as mães devem tomar doses diárias da vitamina durante a gravidez, além de expor os bebês a banhos diários de sol. Os pesquisadores detectaram, porém, que a asma não pode ser evitada por meio de tais procedimentos.

Durante o estudo, o médico da Escola de Medicina de Harvard, Carlos Camargo, e sua equipe acompanharam 1000 crianças neozelandesas do nascimento aos cinco anos de idade. Todas elas tiveram seus níveis de vitamina D no cordão umbilical medidos. As mães desses bebês também foram submetidas a um questionário, que incluía perguntas sobre seu histórico de doenças respiratórias e se tomaram suplementos de vitamina D durante a gravidez.

Os pesquisadores descobriram, então, que aquelas crianças cujas mães tomaram suplementos durante a gestação tinham menos incidência de infecções respiratórias que as demais. Já as que tinham índices baixos da vitamina em seus cordões umbilicais tinham duas vezes mais chances de ser acometidas por tais doenças dos três meses de vida em diante.

A nenhum dos recém-nascidos saudáveis do estudo foi dado suplemento de vitamina D. Os pesquisadores estimularam apenas a produção natural da vitamina pelo corpo, por meio de banhos de sol. Os médicos lembram, porém, que em países ensolarados como o Brasil, deve-se consultar um pediatra para saber os horários mais seguros para expor o bebê ao sol e o tipo de proteção que deve ser usada na criança.

Apesar da resposta da asma não ter sido a mesma que de outras doenças doenças infecciosas, Camargo reforça que o consumo de vitamina D pode, sim, ajudar indiretamente nesses casos: “Como as infecções respiratórias são a causa mais comum de piora em quadros de asma, suplementos podem ajudar a prevenir esses eventos, principalmente durante o outono e o inverno, quando os níveis de vitamina D diminuem e as crises asmáticas são mais comuns. Essa ideia precisa ser testada em uma análise clínica, o que esperamos fazer no próximo ano”, afirmou Camargo.