Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vitamina A pode prevenir câncer de pele, diz pesquisa

Pesquisa com quase 70.000 pessoas sugere que o consumo de suplementos de vitamina A pode diminuir o risco de melanoma

Por Da Redação 1 mar 2012, 14h39

Suplementos de vitamina A podem ajudar a evitar o melanoma, o mais grave tipo de câncer de pele, segundo pesquisa publicada no Journal of Investigative Dermatology. Os próprios pesquisadores, porém, ressaltam que ainda é muito cedo para fazer qualquer recomendação sobre ingerir a vitamina para reduzir o risco da doença, já que ela pode ser tóxica em altas doses.

Saiba mais

MELANOMA

O tipo mais agressivo de câncer de pele é o melanoma, que tem origem nas células produtoras de pigmento, os melanócitos. Se for detectado no início, a possibilidade de cura é grande. Em países desenvolvidos, 73% dos que recebem diagnóstico de melanoma estarão vivos em cinco anos. Já nos países em desenvolvimento, apenas 55% das pessoas que recebem o mesmo diagnóstico sobreviverão. Daí a importância de um check-up de pele anual, realizado por um dermatologista. Fonte: Lucia Mandel

O estudo, que durou cerca de seis anos, acompanhou os casos de 69.635 homens e mulheres, com uma média de 62 anos de idade. No fim da pesquisa, o câncer foi identificado em 566 pessoas. Os resultados mostraram que aqueles participantes que tomaram suplementos de vitamina A tiveram um risco 60% menor de desenvolver o câncer do que aqueles que não ingeriram.

Os efeitos dos suplementos de vitamina A foram ainda mais positivos em mulheres do que em homens, provavelmente porque eles são mais suscetíveis a danos na pele causados por radiação ultravioleta do que elas, segundo os pesquisadores.

Continua após a publicidade

Apesar de a pesquisa ter observado que a vitamina A tem um papel importante na prevenção do melanoma, é muito cedo para adicionar pílulas da substância em dietas, a fim de diminuir a chance de contrair a doença. A vitamina é importante para visão, ossos e reprodução humana, mas ingerir altas doses dela pode ser perigoso, provocando intoxicação do fígado e dores nos ossos.

Lucia Mandel
Lucia Mandel VEJA

Opinião do especialista

Lucia Mandel

dermatologista, é autora do livro Sua Pele Sem Segredos e colunista do blog Espelho Meu, no site de VEJA

Esta pesquisa é muito promissora. Mas é preciso ter cuidado. Ingerir a vitamina A apenas por alimentos que a contenham não faria efeito. Por isso a pesquisa trata de suplementos. Em altas doses, porém, a vitamina pode ser tóxica, atingindo o fígado, alterando a densidade óssea e, em casos mais graves, provocando má-formação em fetos. Por isso é importante consultar um médico antes de sair tomando a vitamina indiscriminadamente.

A pesquisa mostra que suplementos de vitamina A são uma arma a mais na prevenção do melanoma. É necessário ressaltar, no entanto, que evitar a exposição ao sol nos horários mais críticos continua sendo a melhor forma de prevenir a doença.

Continua após a publicidade
Publicidade