Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vacinação: Brasil atinge 33,3% da população totalmente imunizada

Levantamento de VEJA mostra que pouco mais de 70 milhões de pessoas receberam as duas doses ou a injeção da Janssen

Por Giulia Vidale 9 set 2021, 19h15

O Brasil atingiu nesta quinta-feira, 9, mais de 33,3% da população com duas doses de vacina contra a Covid-19 ou com a injeção da Janssen. Trata-se de um montante de cerca de 70,1 milhões de pessoas que já completaram o esquema de vacinação. Ao considerarmos a aplicação de ao menos uma dose, a taxa sobe para 67,2% ou 141,2 milhões de brasileiros.

O avanço da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil nos últimos meses foi significativo, mas especialistas alertam para a necessidade de acelerar mais ainda a imunização, em especial a aplicação da segunda dose. Completar o esquema de imunização é fundamental para obter a proteção máxima conferida pelas vacinas, principalmente diante da variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, e que se espalha pelo país. Estudos mostraram que a eficácia das vacinas permanece alta contra a nova cepa, desde que a vacinação esteja completa.

Para agilizar a vacinação, o Ministério da Saúde anunciou a redução do intervalo entre as doses das vacinas da Pfizer-BioNTech e de Oxford-AstraZeneca de 12 para 8 semanas. A previsão é que essa atualização seja feita a partir da segunda quinzena deste mês.

Cinco estados superam a média nacional de vacinação. Na dianteira está o Mato Grosso do Sul, com 48,35% da população totalmente vacinada. Em seguida estão São Paulo (43,5%), Rio Grande do Sul (39,43%), Espírito Santo (36,64%) e Santa Catarina (34%). Por outro lado, Amapá e Roraima sequer atingiram 20% da população com esquema vacinal completo, com taxas de 18,37% e 16,89%, respectivamente.

Confira o avanço da vacinação no Brasil:

Continua após a publicidade
Publicidade