Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Universidade de São Paulo retoma aulas presenciais, suspensas desde 2020

O retorno só será permitido para alunos e professores totalmente imunizados

Por Cilene Pereira Atualizado em 4 out 2021, 12h48 - Publicado em 4 out 2021, 12h16

A Universidade de São Paulo (USP) retomou nesta segunda-feira, 4, as aulas presencias para todos os professores e alunos que estiverem imunizados contra a Covid-19. Elas haviam sido suspensas desde março de 2020 por causa da pandemia, quando a entrada nos campi da instituição ficou restrita. Serão consideradas pessoas imunizadas quem tomou as duas doses ou dose única, no caso do imunizante da Jannssen há pelo menos catorze dias.

Segundo o reitor da USP, Vahan Agopyan, a manutenção das atividades remotas pode prejudicar a formação dos alunos, especialmente os que necessitam do apoio social da universidade. Além disso, o trabalho nos laboratórios e em campo também foi atingido. Por isso, há a recomendação por parte da reitoria de que a retomada seja feita prioritariamente nessas esferas.

A USP investiu, desde junho, R$ 150 milhões para reforma dos ambientes de ensino e na melhora da infraestrutura. Foram reformadas salas de aula, laboratórios e bibliotecas para atender às exigências sanitárias. Além da comprovação de vacinação, a instituição  manterá os protocolos de segurança sanitária, como uso de máscaras e distanciamento social de pelo menos um metro.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade

Publicidade