Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

União Europeia aprova vacina da Moderna

Imunização só pode começar após sinal verde da Comissão Europeia

Por Giulia Vidale Atualizado em 6 jan 2021, 10h20 - Publicado em 6 jan 2021, 10h01

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) aprovou nesta quarta-feira, 6, o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa americana Moderna. Entretanto, antes do início da imunização é preciso esperar o sinal verde da Comissão Europeia, o que deve ocorrer em breve.

“A EMA recomendou a concessão de uma autorização de introdução condicional no mercado da vacina contra Covid-19 da Moderna para prevenir a doença por coronavírus (Covid-19) em pessoas a partir dos 18 anos de idade”, afirmou à agência, em comunicado.

O imunizante é o segundo ter seu uso liberado no bloco. O primeiro, foi da Pfizer/BioNTech.

Na última quinta-feira, 31, o presidente Jair Bolsonaro disse que o Brasil poderá comprar a vacina Moderna em parceria com o NIH. “Além da Pfizer, temos uma outra [vacina] que se apresenta no momento, uma da Moderna, que poderá ser adquirida pelo Brasil”, disse o presidente em sua live semanal.

O antígeno já está sendo utilizado nos Estados Unidos. O resultado do teste clínico fase 3 mostrou que ele é seguro e tem alta eficácia: 94,1%.

Continua após a publicidade
Publicidade