Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Uganda: Surto do vírus Ebola mata ao menos 14 pessoas

Governo pediu para que habitantes se acalmem. Pior surto no país ocorreu em 2000, quando 450 pessoas foram infectadas, das quais mais da metade morreu

Um novo surto do vírus Ebola já deixou pelo menos 14 pessoas mortas em Uganda neste mês, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS), a partir da capital, Kampala. O surto da febre hemorrágica mortal foi identificado no oeste do país, no distrito de Kibale, de acordo com informação divulgada pela OMS em conjunto com o governo da Uganda.

Leia também:

Leia também: Cientistas criam nova vacina contra o vírus Ebola

Histórico – Kibale fica perto da República Democrática do Congo (RDC), onde o vírus surgiu em 1976 e foi batizado com o nome do Rio Ebola. O Ebola havia sido identificado pela última vez em Uganda em maio do ano passado, tendo causado a morte de uma menina de 12 anos. O pior surto no país ocorreu em 2000, quando 450 pessoas foram infectadas, das quais mais da metade morreu.

Não existe vacina ou tratamento contra o Ebola, que é transmitido por contato pessoal e, dependendo do caso, mata até 90% dos que contraem o vírus. Os sintomas incluem febre súbita intensa, fraqueza, dor muscular, de cabeça e de garganta, seguida de vômitos, diarreia, erupções cutâneas, prejuízo às funções renais e hepáticas e hemorragia interna e externa. O Ebola é altamente infeccioso e mata rapidamente.

Leia também:

Leia também: Na África, novos programas mostram que é possível controlar a aids