Clique e assine a partir de 8,90/mês

Teich fala em ‘tristeza’ e ‘alegria’ ao citar 10 mil mortos e Dia das Mães

É a primeira vez que alguém do governo se pronuncia sobre as vítimas desde a marca foi atingida

Por Da Redação - 10 Maio 2020, 18h31

Nelson Teich, ministro da Saúde, afirmou que este domingo, 10, é marcado por uma “dualidade de sentimentos”, com alegria pela comemoração dos Dias das Mães, mas tristeza pela marca de dez mil mortes provocadas pela Covid-19.

Foi a primeira vez que um integrante do governo Bolsonaro se manifestou depois que o Brasil ultrapassou a marca de dez mil óbitos pela doença.

“Hoje, dia 10 de maio, amanhecemos com uma enorme dualidade de sentimentos, que por um lado nos traz a alegria de um dia tão especial como o dia das mães e por outro a tristeza e sofrimento de ter atingido a terrível marca de mais de 10 mil mortes por Covid-19 no Brasil”, escreveu Teich.

O Brasil alcançou a marca de 10.627 mortes e 155.939 casos confirmados de coronavírus neste sábado.

OUÇA OS PODCASTS DE VEJA

Já ouviu o podcast “Funcionário da Semana”, que conta a trajetória de autoridades brasileiras? Dê “play” abaixo para ouvir a história, os atos e as polêmicas do ministro Nelson Teich. Confira também os outros episódios aqui.

Continua após a publicidade
Publicidade