Clique e assine a partir de 8,90/mês

SUS incorpora novo medicamento contra o vírus da aids

Dados do governo indicam que, entre 2005 e 2013, o total de brasileiros com acesso ao tratamento antirretroviral mais que dobrou

Por Da Redação - 17 mar 2015, 13h11

O Ministério da Saúde decidiu incorporar um novo medicamento, o darunavir (na variação 600 mg, comprimidos revestidos), como terapia antirretroviral oferecida para adultos com HIV em tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União.

O coeficiente de mortalidade por aids caiu 13% nos últimos dez anos, passando de 6,4 mortes para cada 100 000 habitantes, em 2003, para 5,7 mortes, em 2013. A faixa etária na qual a epidemia mais cresceu foi entre jovens de 15 a 24 anos.

Leia também:

Metade dos brasileiros não usa camisinha no sexo casual

Vírus da aids está mais brando, diz estudo

No ano passado, a pasta incorporou novas formulações para pacientes com aids, como o ritonavir (100 mg, na apresentação termoestável) e o tenofovir (300 mg) composto com a lamivudina (300 mg) em um único comprimido, o chamado dois em um.

Dados do governo indicam que, entre 2005 e 2013, o total de brasileiros com acesso ao tratamento antirretroviral mais que dobrou, passando de 165 000 pra 400 000. Atualmente, o SUS oferece 22 medicamentos para pacientes soropositivos. Desse total, doze são produzidos no Brasil.

Desde os anos 1980, foram notificados 757 000 casos de aids no Brasil. A epidemia no país é considerada estabilizada, com taxa de detecção em torno de 20,4 casos para cada 100 000 habitantes, o que representa cerca de 39 000 novos casos da doença todos os anos.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade