Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

SP irá começar a vacinar pessoas de 65 a 67 anos contra a Covid-19

Imunização começa no dia 14 de abril para quem tem 67 anos e na semana seguinte, a partir de 21 de abril, para pessoas de 65 e 66 anos

Por Giulia Vidale Atualizado em 7 abr 2021, 14h43 - Publicado em 7 abr 2021, 13h32

O estado de São Paulo incluiu idosos de 65 a 67 anos nas próximas etapas da campanha de imunização contra a Covid-19. Essa faixa etária é composta por 1,4 milhão de pessoas. O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, 7, que a imunização das pessoas de 67 anos terá início no dia 14 de abril. Para o próximo grupo, composto por pessoas de 65 e 66 anos, o início será na semana seguinte, dia 21 de abril.

Atualmente, podem se vacinar contra a Covid-19 no estado de São Paulo pessoas a partir de 68 anos de idade e profissionais de segurança pública. Na próxima segunda-feira, 12 de abril, começa a imunização de profissionais da educação a partir de 47 anos de idade.

Embora não seja obrigatório, o governo de São Paulo incentiva a realização do pré-cadastro pelo portal Vacina Já ou pelo WhatsApp através do número (11) 95220-2923. O registro agiliza o tempo de atendimento em cerca de 90% e evita aglomerações.

Na manhã desta quarta-feira, 7, o Instituto Butantan liberou mais 1 milhão de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde. Desde o início do ano, o instituto já entregou 38,2 milhões de vacinas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), das quais 2 milhões apenas nesta semana. Atualmente, 85% das vacinas disponíveis no país contra a Covid-19 são do Butantan.

Pandemia no estado

O secretário de Saúde Jean Gorinchteyn disse nesta quarta que a pandemia apresenta sinais de melhora no estado, embora os índices ainda estejam muito altos. “Nós já estamos colhendo frutos daquilo que foi feito na fase vermelha e na fase emergencial”, ressaltou Gorinchteyn.

Segundo ele, após 21 dias com a taxa de ocupação de leitos de UTI superior a 90% em todo o estado, o índice caiu para 89,8% no estado e 89% na grande São Paulo. Também houve queda no número de pessoas internadas, em comparação com a semana passada. No entanto, o índice de isolamento continua bem abaixo do recomendado: 43%. O percentual mínimo de isolamento recomendado por especialistas para conter a disseminação do vírus é de 70%.

Na última semana, houve uma ligeira redução, de 2,4%, no número de novos casos de Covid-19 registrados no estado, em comparação com a semana anterior. Em relação ao número de internações, a queda foi de 5,4% no mesmo período. “De domingo até a data de hoje, comparativamente com domingo até a última quarta-feira, nós tivemos em queda de internações de quase 21%. É claro que é muito precoce porque a semana ainda está em curso. Mas isso também nos reforça a lembrar que essas medidas restritivas tiveram um significado muito importante.”, disse o secretário.

Porém o número de óbitos aumentou 15,5% na semana passada em relação à anterior. “A gente sabe que essas mortes vão diminuir mais tardiamente. Primeiro nós vamos diminuir internação e casos”, explicou Gorinchteyn.

Continua após a publicidade
Publicidade