Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

SP prevê terminar vacinação de pessoas com comorbidades até o fim de junho

Imunização das pessoas de 18 e 29 anos com doenças prévias e deficiência permanente, última faixa etária do grupo prioritário, começa no dia 7 de junho

Por Giulia Vidale Atualizado em 3 jun 2021, 11h41 - Publicado em 2 jun 2021, 12h58

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou nesta quarta-feira, 2, que todas as pessoas com comorbidades e deficiência permanente a partir de 18 anos serão vacinadas até o fim de junho. A imunização do último grupo desta população, formado por pessoas de 18 a 29 anos de idade, começa na próxima segunda-feira, 7 de junho.

A partir de 1º de julho está previsto o início da imunização da população em geral, também por faixa etária. O plano do governo de São Paulo é imunizar toda a população adulta do estado até o dia 31 de outubro. Inicialmente, o prazo previsto para imunizar todas as pessoas a partir de 18 anos de idade era 31 de dezembro.

“Toda a população vacinável do estado de São Paulo será vacinada até 31 de outubro.”, afirmou Doria em coletiva de imprensa.

Doria anunciou também a antecipação da vacinação de profissionais da educação de 45 e 46 anos de idade para a próxima quarta-feira, 9 de junho. Inicialmente, esse público deveria ser imunizado na segunda metade do mês de julho. Para os profissionais entre 18 e 44 anos, a data foi mantida.

LEIA TAMBÉM: As lições (e perguntas) deixadas pelo estudo da Coronavac em Serrana

Calendário de vacinação por idade

Regiane de Paula, coordenadora geral do programa estadual de imunização, apresentou nesta quarta-feira, 2, o cronograma de vacinação do Programa Estadual de Imunização para a população em geral, a partir de 18 anos de idade. Regiane ressalta que o cronograma é baseado na projeção de entregas de novas doses pelo Ministério da Saúde. Confira abaixo:

1 a 20 de julho: pessoas de 55 a 59 anos
21 a 31 de julho: profissionais da educação de 18 a 44 anos de idade
2 a 16 de agosto: pessoas de 50 a 54 anos
17 a 31 de agosto: pessoas de 45 a 49 anos
1 a 10 de setembro: pessoas de 40 a 44 anos
11 a 20 de setembro: pessoas de 35 a 39 anos
21 a 30 de setembro: pessoas de 30 a 34 anos
1 a 10 de outubro: pessoas de 25 a 29 anos
11 a 31 de outubro: pessoas de 18 a 24 anos

Dia D

Neste sábado será realizado o dia D para vacinação das pessoas que estão atrasadas para completar o esquema vacinal com a segunda dose da CoronaVac ou de Oxford-AstraZeneca. Os postos de saúdes dos municípios do estado estarão abertos para imunizar essas pessoas. Segundo Regiane, 444.000 pessoas não voltaram aos postos de saúde nos prazos determinados – 28 dias após a aplicação da primeira dose da CoronaVac e 12 semanas no caso da vacina de Oxford-Astrazeneca – para receberem a segunda injeção.

Novo lote de matéria-prima

O governador João Doria anunciou também que um novo lote, com 6.000 litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA), a matéria-prima para produção da CoronaVac, chegará ao Brasil no dia 28 de junho.  A quantidade é suficiente para fabricar 10 milhões de doses da vacina pelo Instituto Butantan.

Continua após a publicidade
Publicidade