Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sobe para 38 total de mortos por ‘E.coli’

Mais de 3.300 pessoas adoeceram por causa da bactéria em 16 países

Por Da Redação - 15 jun 2011, 15h32

O número de vítimas fatais em decorrência do surto da bactéria Escherichia coli (E.coli) subiu para 38, após a morte de um idoso na Alemanha, segundo informaram as autoridades locais nesta quarta-feira. O Instituto Robert Koch, centro nacional de saúde da Alemanha, informou, porém, que o número de novas infecções caiu significativamente na semana passada.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) relatou mais de 3.300 casos de pessoas que adoeceram por causa da bactéria em 16 países. A variante entero-hemorrágica da bactéria (ECEH) causa problemas graves no intestino. As pessoas contaminadas também podem desenvolver a síndrome hemolítica-urêmica (SHU), que leva à falência dos rins. Segundo o governo alemão, 728 pessoas tiveram o problema, e pelo menos 100 deverão passar por um transplante de rim ou fazer diálise pelo resto da vida.

Bebê – Nesta terça-feira, um bebê alemão de 2 anos se tornou a primeira criança a morrer no surto de E.coli. A família do bebê também ficou doente, mas já estão se recuperando. Quase todas as mortes, exceto uma, ocorreram na Alemanha. A outra vítima foi uma mulher na Suécia, que recentemente havia retornado de uma viagem ao território alemão.

Autoridades alemãs disseram na sexta-feira que identificaram os brotos de vegetais como a origem do surto da bactéria e retiraram o alerta contra o consumo de alface, tomates e pepinos in natura.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade